Em “despedida” de Amor de Mãe, Rita cruza caminho de “Carminha” e Roitmans são lembrados

Amor de Mãe
Adriana Esteves (Thelma) em Amor de Mãe; primeira fase chega ao fim com referências a Avenida Brasil e Vale Tudo (Imagem: Reprodução / Globo)

A primeira fase de Amor de Mãe chegou ao fim neste sábado (21), com referências às clássicas Avenida Brasil (2012) e Vale Tudo (1988). A web encontrou semelhanças entre o folhetim de João Emanuel Carneiro, em reprise no Vale a Pena Ver de Novo, e a cena na qual Thelma (Adriana Esteves) atropela Rita (Mariana Nunes). Já a trama de Gilberto Braga, Aguinaldo Silva e Leonor Bassères foi indiretamente citada pelo vilão Álvaro (Irandhir Santos).

O gancho para a “segunda temporada” – em gravações tão logo a pandemia do coronavírus, responsável pela suspensão dos trabalhos, permita – foi a descoberta de Rita sobre a identidade de Danilo (Chay Suede); na verdade, Domênico, filho que Lurdes (Regina Casé) tanto procura. Thelma a atropelou, com medo de que o segredo viesse à tona.

Os internautas logo associaram a sequência de Amor de Mãe à do enterro de Nina (Débora Falabella) em Avenida Brasil. Na ocasião, Carminha (também Adriana Esteves) descobria a identidade da empregada – Rita, a enteada que havia abandonado no lixão – e buscava amedrontá-la. Tais cenas marcaram os capítulos de número 102 das duas produções.

Vale Tudo foi reverenciada através de Álvaro. O empresário revelou, durante conversa com Lucas (Nando Brandão) e Benjamim (Guilherme Hamacek), que adquiriu sua mansão da família Roitman. O clã dominava o principal entrecho da produção, através de Odete (Beatriz Segall), seus filhos Heleninha (Renata Sorrah) e Afonso (Cássio Gabus Mendes), a nora Fátima (Gloria Pires) e a irmã Celina (Nathalia Timberg).

A citação tem razão de ser. A casa projetada por Oscar Niemeyer, construída em 1983, serviu de locação para as duas novelas. O imóvel, localizado em São Conrado, chama a atenção pela piscina no terraço. Era ali, na residência que, na ficção, pertencia a Celina, que a todo-poderosa Odete se hospedava quando vinha ao Brasil.

Confira:

Duh Secco é “telemaníaco” desde criancinha. Em 2014, criou o blog “Vivo no Viva”, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.

WordPress Lightbox