Em guerra com a Globo, Silvio Santos proíbe SBT de falar do Corinthians

Silvio Santos
Téo José, Mauro Beting e Ricardo Rocha na transmissão da Libertadores; Silvio Santos compra briga com a Globo (Imagem: Divulgação / SBT)

Silvio Santos viu o SBT de volta ao campo de batalha com a estreia da Libertadores na última quarta-feira (16). Com Universidad Católica e Grêmio e Bolívar e Palmeiras, o canal estreou na competição com repercussão positiva, boa audiência e uma estratégia pouco amiga com a Globo, que no mesmo horário exibiu o Brasileirão.

A política da TV da família Marinho veta que seja comentado qualquer competição que não faça parte do seu catálogo. Curiosamente, o SBT teve a mesma iniciativa e ignorou o Corinthians e sua vitória contra o Bahia, por 3 a 2.

Durante o jogo narrado por Téo José e comentado por Mauro Beting e Ricardo Rocha, os gols e as polêmicas durante a partida não foram informadas para o público. Foi um dos ingredientes que apimentaram a noite de forte concorrência na TV aberta ontem.

A transmissão do SBT começou minutos antes da Globo, às 21h14. Téo narrou e apresentou Bolivar x Palmeiras, e não citou o Alvinegro. A Globo, por sua vez entrou ao ar às 21h25, logo após Fina Estampa, com Cléber Machado citando a situação complicada vivida pelo clube e não falou sobre Palmeiras e Grêmio pela Libertadores.

No ano, foi o segundo e terceiro jogos de futebol transmitidos pelo SBT. O primeiro foi a final do Campeonato Carioca, entre Flamengo e Fluminense, que deu ao time Rubro Negro a vitória por 1 a 0 e a taça do campeonato estadual.

CONTINUE LENDO →

Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter e escreve semanalmente para a coluna Você Sabia?. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com