Enquanto Globo fala em golpe de Bolsonaro, Band, Record e SBT amenizam o tom

Bolsonaro
Jair Bolsonaro durante discurso golpista em Brasília (Imagem: Reprodução / Globo)

A última terça-feira (7) mostrou mais uma vez a linha editorial das principais emissoras da TV aberta do país. Enquanto a Globo falou em “discurso golpista” do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Band, Record e SBT amenizaram o tom drasticamente.

Primeiro telejornal de rede entre as grandes, o Jornal da Band começou às 19h20 com a seguinte frase: “Bolsonaro ataca os governadores e xinga ministro do Supremo”.

O SBT Brasil, às 19h45, surpreendeu: “O Sete de Setembro foi marcado por manifestações a favor e contra o presidente Bolsonaro. Ele voltou a atacar ministros do STF”. No final da edição, próximo das 21h00, o SBT exibiu a íntegra do discurso do capitão em sua ida à Av. Paulista, em São Paulo.

Às 19h50, o Jornal Nacional entrou no ar com uma escalada forte e incisiva: “O desrespeito à democracia com as cores da nossa bandeira. Em tom golpista, o presidente discursa diante dos manifestantes em Brasília e em São Paulo”.

“O Brasil assistiu hoje a uma demonstração de desprezo pela Constituição, promovida e insuflada pelo presidente da República. Em diversas cidades, milhares de bolsonaristas participaram de atos com pautas que afrontam a democracia, como a intervenção militar e a destituição de ministros do Supremo Tribunal Federal”, narrou William Bonner.

“Em Brasília e em São Paulo, o presidente Jair Bolsonaro discursou. Voltou a atacar governadores e prefeitos que tomaram medidas de combate à disseminação do coronavírus”, seguiu.

“Voltou a atacar integrantes do STF. Voltou a atacar o sistema eleitoral brasileiro. E no dia da independência, Bolsonaro elevou a temperatura da crise institucional que ele mesmo criou e tem alimentado”, complementou.

Às 19h55, o Jornal da Record disse que o presidente Jair Bolsonaro elevou o tom em sua fala: “O feriado do Sete de Setembro foi marcado por manifestações em todo Brasil. O presidente Jair Bolsonaro chegou a São Paulo no início da tarde para discursar a apoiadores na avenida Paulista. Ele citou mais uma vez o STF e disse que não teme ficar inelegível para as próximas eleições”.

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›