Estreia de Chiquititas no sábado afeta audiência da novela

Chiquititas
Manuela do Monte (Carolina), Júlia Oliver (Pata) e Giovanna Grigio (Mili) em Chiquititas; feriado e exibição aos sábados derrubam audiência da novela (Imagem: Divulgação / SBT)

A reprise de Chiquititas (2013) no SBT amargou dois recordes negativos de audiência praticamente seguidos na última semana. O primeiro, já esperado, na véspera de Natal. O segundo por conta da nova grade de programação da emissora aos sábados, que agora inclui a exibição da novela de Íris Abravanel. Os dados são referentes a Grande São Paulo.

Na quinta-feira (24), Chiquititas atingiu 4,5 pontos. No sábado, foram 4,9. A trama estrelada por Mili (Giovanna Grigio) e as órfãs do Raio de Luz esboçou na sexta-feira (25), dia de Natal, quando anotou 6,3 – patamar do folhetim que, até o momento, acumula o pior desempenho do horário, antes destinado a inéditas, com 7,6 de média geral.

A série The Thundermans foi a grande estrela do sábado no canal do SBT, com 5,4 pontos. Antes, 3,1 para o bloco de desenhos Sábado Animado. Depois, 3,7 do Programa Raul Gil e 3,4 com o Triturando, de Ana Paula Renault, Chris Flores, Flor Fernandez e Gabriel Cartolano. O SBT também ficou com 3,4.

Logo após Chiquititas, o SBT recorreu a outras reapresentações. No caso, as do Máquina da Fama com Patricia Abravanel e do Fábrica de Casamentos, de Carlos Bertolazzi e Chris Flores. O programa de covers no mundo da música alcançou 4,4 pontos. Já o reality que promove matrimônios angariou 4,9.

Chris também respondeu pelo Notícias Impressionantes, já na madrugada de domingo (27), amealhando 3,3 de média. Na sequência, 2,3 para WWE Raw, 1,7 da série Arqueiro e 2,1 com Jornal da Semana.

Duh SeccoDuh Secco
Duh Secco é  "telemaníaco" desde criancinha. Em 2014, criou o blog "Vivo no Viva", repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.
Veja mais ›