Exclusivo: Globo vai exibir especial de Sob Pressão sobre pandemia

Sob Pressão
Julio Andrade (Dr. Evandro) em Sob Pressão; Globo exibirá episódios especiais da série sobre pandemia de coronavírus (Imagem: Raquel Cunha / Globo)

A série Sob Pressão contará com dois episódios especiais centrados na pandemia de coronavírus. De acordo com plano comercial ao qual esta coluna do RD1 teve acesso, a Globo dedicará a primeira linha de shows de duas terças-feiras – 6 e 13 de outubro – à produção estrelada por Julio Andrade (Dr. Evandro) e Marjorie Estiano (Dra. Carolina).

Diante da pandemia, Décio (Bruno Garcia) convoca Evandro e Carolina para voltarem ao Rio e integrarem a equipe de médicos em um hospital de campanha”, adianta o resumo da “temporada especial”.

Cabe lembrar que, em notas recentes, a jornalista Patrícia Kogut adiantou o trabalho de pesquisa da equipe de Sob Pressão acerca da covid-19. O consultor Márcio Maranhão visitou hospitais de campanha; a equipe de roteiristas, liderada por Lucas Paraizo, conversou com especialistas, infectados e familiares.

Não há informações, porém, sobre as gravações necessárias para este especial sobre a pandemia. Trabalhos do tipo, como é de conhecimento geral, estão suspensos pela Globo desde março.

Sob Pressão é, reconhecidamente, afinada com a realidade. Além de discutir as mazelas do serviço público de saúde, a trama espelha acontecimentos da vida dos brasileiros, como a greve dos caminhoneiros de 2018. O incêndio no Hospital Badim, ocorrido no Rio de Janeiro ano passado, está no radar dos próximos episódios.

Ano passado, a Globo chegou a decretar o fim da série. Protestos do público, e o êxito de audiência e crítica, implicaram no recuo da emissora quanto à tal decisão. Sob Pressão – que acumula mais de 24 prêmios e a indicação de Marjorie Estiano ao Emmy – ganhou mais duas temporadas, com exibição prevista a partir de 2021.

Consultada a respeito deste projeto, a Globo emitiu a seguinte nota: “Série que retrata questões da saúde pública do Brasil, ‘Sob Pressão’ voltará, em edição especial, para abordar mais um tema atual: a pandemia do coronavírus. Serão dois episódios que vão contar histórias de pacientes enfrentando o vírus desconhecido, e os dramas pessoais e profissionais de Carolina (Marjorie Estiano), Evandro (Julio Andrade) e os médicos de um hospital de campanha, no Rio de Janeiro. Ainda sem data confirmada de gravação, a edição é uma homenagem a todos os profissionais de saúde que atuam na linha de frente contra esta doença que vem assolando o mundo. Escrita por Lucas Paraizo, com direção artística de Andrucha Waddington, a estreia está prevista para esse ano. ‘Sob Pressão’ é uma coprodução da Globo com a Conspiração Filmes”.

Sob Pressão
Murilo Benício (Victor Valentim) em Tititi; noveleiros do Twitter pedem reprise de novela às 19h (Imagem: Alex Carvalho / Globo)

Fica a dica

Os retornos de Amor de Mãe e Salve-se Quem Puder, antes cogitados para o segundo semestre, ficaram para 2021. A Globo já anunciou que, entre Fina Estampa (2011) e a segunda fase da saga de Lurdes (Regina Casé) no encalço de Domênico (Chay Suede), exibirá A Força do Querer (2017). A faixa das 19h segue indefinida; Rock Story (2016) é o título mais cotado.

A comunidade noveleira do Twitter clama, porém, por Tititi (2010). A tag Volta Tititi despontou como um dos assuntos mais comentados da rede social na noite desta segunda-feira (20). A adaptação de duas obras de Cassiano Gabus Mendes, realizada por Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari, completou 10 anos no domingo (19), sem uma única reprise neste período, apesar do sucesso da exibição original.

Tititi, para quem não lembra, acompanha a rivalidade dos estilistas Jacques Leclair (Alexandre Borges) e Victor Valentin (Murilo Benício), inimigos de infância. Também a falsa identidade de Marcela (Isis Valverde), acolhida pela família de Osmar (Gustavo Leão) após um acidente automobilístico; ela esconde a paternidade do filho, atribuída ao amigo falecido, enquanto envolve-se com o irmão dele, Edgar (Caio Castro).

Sob Pressão
Fernanda Gentil no comando do Encontro; apresentadora demonstra afinidade com formato de Fátima Bernardes (Imagem: Reprodução / Instagram)

Encontro com Fernanda

Fernanda Gentil conseguiu, à frente do Encontro, superar a audiência da titular Fátima Bernardes: 7 pontos (13 a 17 de julho) x 6,8 (29 de junho a 3 de julho). Mais do que isso: Fernanda mostrou que é capaz de tocar um produto de entretenimento com mais disposição e interesse do que quando flertava com bobagens como andar de triciclo no palco ou provar tortinha de berinjela no (temporariamente) suspenso Se Joga.

Os índices registrados pela passagem de Gentil no Encontro mostram também que não há rejeição à apresentadora. O Se Joga é que não atende as expectativas do público. E, pelo visto, também não corresponde aos anseios de quem o comanda. Fernanda, pela manhã, não deixou resquício da atração vespertina na qual parecia querer dormir sobre a bancada ou sumir por debaixo da mesma.

CONTINUE LENDO →

Duh Secco é “telemaníaco” desde criancinha. Em 2014, criou o blog “Vivo no Viva”, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.