Exclusivo: Redator do Vai Que Cola, Vitor de Oliveira celebra novidades e homenagem a Paulo Gustavo

Vai Que Cola
Vitor de Oliveira e Cacau Protásio (Terezinha), de Vai Que Cola; redator comenta nova temporada com exclusividade à coluna (Imagem: Acervo Pessoal)

Em meio à saudade que ainda dói de Paulo Gustavo (1978-2021), o elenco do Vai Que Cola reuniu forças e preparou uma homenagem ao ator, falecido no dia 4 de maio em decorrência da Covid-19. O especial vai ao ar hoje, dia em que o famoso completaria 48 anos. Um dos redatores do programa, Vitor de Oliveira falou com exclusividade à coluna Curto-Circuito.

“Inegável que a partida de Paulo Gustavo foi muito difícil para todos, mas acredito que a essência dele continuará no programa”, garantiu o redator, que falou da produção do episódio especial: “Somos uma equipe numerosa de roteiristas. Entre coordenadores, redatores finais, roteiristas e assistentes, somos em 15 e os episódios são divididos por todos”.

“Não tive a oportunidade de escrever o episódio em homenagem ao Paulo. Então, estou tão ansioso para assistir como todos os espectadores. O que sei é que a gravação foi linda e recheada de emoção”, completou Vitor de Oliveira.

O episódio especial será o pontapé inicial para a nova temporada do Vai Que Cola, que contará com algumas novidades, como a chegada de Jeniffer Nascimento ao elenco do humorístico. A atriz fará uma jovem empreendedora e afilhada de Terezinha, com discursos supermodernos e feministas.

“A Jennifer chegou com tudo. Um raio de luz. Talentosíssima. Sua personagem Carolzinha chegou chegando e trouxe esse frescor à série. Demonstrou uma química incrível com a Cacau Protasio. Mesmo engajada, Carolzinha é muito engraçada e visão de mundo dela só vem a somar na anarquia do programa”, garantiu Oliveira à coluna.

Programação especial

A Globo reservou para este mês de novembro uma seleção de filmes sobre a conscientização racial, em comemoração ao Dia da Consciência Negra. Já na segunda-feira (1º), o canal exibe o inédito Rainhas do Crime, na Tela Quente, que ainda exibirá neste mês as produções Creed II, Educação, Infiltrado na Klan e Invasão ao Serviço Secreto. O Cinema Especial, no próximo dia 3, levará ao ar o também inédito Kings: Los Angeles em Chamas.

A Temperatura Máxima, por sua vez, exibirá neste mês os longas: Histórias Cruzadas, Uma Família de Dois e Pantera Negra. O Supercine tem na sua lista os filmes Obsessiva, Chocolate Ciy, Doutor Gama e Sobre Ontem a Noite. Já o Domingo Maior exibirá Caçada ao Presidente, Marcando Território, O Protetor e Dupla Explosiva.

Em boa fase

A Cultura, que tem investido em novos programas e estrelas como Rafael Cortez e a trupe do Casseta & Planeta, está com chamada no ar, celebrando o aumento no número de telespectadores. Dados divulgados pela emissora durante seus intervalos apontam que o acréscimo de mais de 56% nos índices, dos 134 milhões de pessoas atingidas em 2019 para 210 milhões este ano. O canal ligado à Fundação Padre Anchieta é hoje a grande pedra no sapato da RedeTV!

Destino turístico

O último Globo Repórter de novembro, no ar dia 26, promete uma viagem incrível até Capitólio, região de Minas Gerais. O local tem sido bastante procurado por interessados em turismo ecológico e de aventura.

Personagem promete

Marieta Severo celebrou sua personagem na próxima novela das 21h, Um Lugar ao Sol, em coletiva realizada ontem (29). “A Noca é uma sobrevivente do machismo, da falta de oportunidade. Uma mulher que você sente que ela tem uma sombra na vida dela, mas é extremamente solar”. A cozinheira servirá de esteio para a neta Lara (Andréia Horta): “Ela tem uma frase… ‘Sempre dá pra ir adiante, mesmo quando parece que não sobrou nada’. Ela compreende as coisas, os outros pelo coração”.

Noca lembra Iná, a doce avó de Manuela (Marjorie Estiano) e Ana (Fernanda Vasconcellos) em A Vida da Gente (2011), defendida pela inesquecível Nicette Bruno. E também Esther, que Regina Duarte encarnou em Sete Vidas (2015). “É meu tributo à fatia da população equivocadamente aposentada quando ainda tem tanto a oferecer”, afirmou Lícia Manzo quando questionada sobre o tipo recorrente em suas obras.

MAIS LIDAS

Curto-Circuito, por Luiz Fábio Almeida
A coluna Curto-Circuito é assinada por Luiz Fábio Almeida, editor-assistente do RD1, e reúne, de terça a sábado, no início da tarde, o que é e vai virar notícia nas próximas horas envolvendo os movimentados bastidores da TV.
Veja mais ›