A Fazenda 2020: Peões ganham adjetivos polêmicos em atividade de comprometimento

A Fazenda
Em A Fazenda 2020, peões ganham adjetivos polêmicos em atividade de comprometimento (Imagens: Reprodução – PlayPlus / Montagem – RD1)

A produção de A Fazenda 2020 exigiu comprometimento dos participantes em mais uma oportunidade. Dessa vez, numa atividade, os peões avaliavam uns aos outros em adjetivos bem polêmicos.

Confira tudo o que rola em A Fazenda 2020 clicando aqui

Biel explicou a dinâmica da prova: “O fazendeiro usa a urna para sortear três peões. Os três peões sorteados devem ir para o quarto. O fazendeiro sorteia três palavras de uma urna. O grupo de nove peões tem que associar três palavras com os três peões que estão no quarto“.

No primeiro grupo, Lidi Lisboa ficou com a plaquinha de “leal”, votada por três pessoas, num desempate feito pelo fazendeiro. Raissa Barbosa foi escolhida em “fofoca” e Mariano justificou: “Não que eu ache fofoca, mas eu colocaria esse adjetivo nela por causa daquele negócio do beijo, que a Luiza trouxe“. Mesmo boa parte não concordando, sobrou para Jojo Todynho a atribuição de “falsidade”.

Na segunda parte, Mateus Carrieri foi quase unânime sobre ser “sem opinião”. Raissa liderou a explicação para o destino de Biel: “Dá para colocar sem noção no Biel, por causa daquilo do Lampião“. Por fim, acabou restando “maldade” para Jakelyne Oliveira.

Numa disputa acirrada de votos, Lucas Maciel foi aquele que exemplificou a palavra “confiança”. Stéfani revelou mágoa com comentários de Mariano e Biel por ter sido vetado de concorrer a uma Prova do Fazendeiro, deixando o cantor na “trairagem”. Para Tays Reis, a fama de ser alguém de “caráter”. Sem tantas justificativas, colocaram “malandragem” em Lipe Ribeiro, “planta” na Stéfani Bays e inveja em MC Mirella.

Confira:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com