Felipe Neto comemora decisão da Justiça a seu favor e detona vereador

Felipe Neto
Felipe Neto comentou sobre derrota de vereador (Imagem: Reprodução / Instagram)

Felipe Neto usou o seu perfil do Twitter, nesta segunda-feira (9), para se posicionar sobre uma decisão da Justiça a seu favor. O youtuber foi alvo de uma notícia-crime no Superior Tribunal Militar (STM), aberta pelo vereador bolsonarista Douglas Gomes, de Niterói (RJ).

O STM rejeitou a ação nesta segunda-feira (9). “Vereador gado de Niterói fez uma notícia-crime contra mim no Superior Tribunal Militar. Fez post no instagram, comemorou, o gado todo ficou aplaudindo e elogiando. Hoje a ministra REJEITOU a denúncia. Que constrangedor vereador…”, escreveu.

O famoso ainda debochou do político: “Vejam um vereador bolsonarista apanhando da vida em 3 atos…”. “O vereador bolsonarista que fez a notícia crime contra mim e teve o pedido negado se chama Douglas Gomes, é de Niterói. Ano passado ele tentou fazer uma passeata contra as medidas de isolamento”, lembrou Felipe Neto.

Cabe ressaltar que o político teria tomado a atitude após ofensas do youtuber ao comandante da Aeronáutica, tenente-brigadeiro do ar Carlos de Almeida Baptista Junior. A decisão é da ministra Maria Elizabeth Rocha, relatora do caso, segundo informações do colunista Guilherme Amado, do Metrópoles.

A publicação informou ainda que, no último dia 20 de julho, Douglas Gomes acionou o STM contra o influenciador alegando que ele havia cometido três crimes por ofender o comandante da Aeronáutica nas redes sociais.

De acordo com o vereador bolsonarista, Felipe Neto teria cometido dois crimes do Código Penal Militar e um da Lei de Segurança Nacional. Ele ainda afirmou que o famoso havia divulgado fatos “capazes de ofender a dignidade ou abalar o crédito das Forças Armadas”.

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email [email protected]
Veja mais ›