Felipe Neto faz dancinha após aumentar a chance de impeachment de Bolsonaro

Felipe Neto comemora sobre Bolsonaro (Imagem: Reprodução / Instagram)

Jair Bolsonaro (sem partido) teve seu nome citado na CPI da Covid-19, com novas acusações gravíssimas, e Felipe Neto comemorou a chance de um impeachment acontecer.

Em seu perfil no Twitter, ele fez questão de postar um vídeo dançando ao som da música “Bolsonaro vai cair”, de forma muito animada, avisando que ele não vai ficar no poder até as eleições de 2022.

“Rapaz se depender da tua dança, ele não cai. Tu é tão ruim na dança quanto ele é na política. Kkkkkkk melhor contratar alguém”, disparou outro. “Os minions piram”, reagiu mais um.

Dias atrás, Felipe Neto citou Carlinhos Maia usou o seu perfil do Twitter, comemorando a decisão do outro influenciador digital em criticar o presidente. Na ocasião, Carlinhos disparou:

“O país está em guerra, amizades destruídas, famílias brigando, irresponsabilidade que não dá pra passar pano, justamente pelo único motivo: ‘nosso presidente’ Bolsonaro, por favor, saia. O país tá uma névoa. Bolsonaro Pede pra sair”.

Em seu perfil, Felipe disparou: “2 anos, 6 meses e 21 dias, mais de 500 mil mortos, economia destruída, florestas queimadas, indígenas sendo massacrados. Mas finalmente Carlinhos pediu fora Bolsonaro”.

“Parabéns, Carlinhos. Antes tarde do que nunca. Seja bem-vindo ao lado certo. Por favor, fique nele“, completou o youtuber.

Antes disso, Gil do Vigor e Juliette Freire também criticaram o presidente da República e comentaram sobre as mais de 500 mil vítimas da covid-19 no Brasil.

A marca foi ultrapassada no último final de semana e a situação virou tema de muitas postagens de famosos.

De forma mais direta, o pernambucano foi claro ao culpar o presidente da República por essa marca lastimável na saúde no país:

“Muitos me questionam quando a crise vai acabar e o Brasil voltar a crescer, portanto decidi responder: quando Bolsonaro e sua turma saírem do poder”.

A campeã da última edição do Big Brother Brasil também usou a sua voz no Twitter:

“500 mil mortos no Brasil! Não são apenas números. É uma terrível consequência da negligência da gestão do atual governo Bolsonaro. Eles tinham como ter evitado essa tragédia. É claro que é Fora Bolsonaro”.

Felipe Neto elogiou os ex-BBBs: “Gil e Juliette vieram pra provar de uma vez por todas que quem tem medo de dar opinião sobre o genocida nesse momento é COVARDE e CONIVENTE. Parabéns aos dois! Sejam bem-vindos”.

Confira:

Lucas Medeiros
Lucas Medeiros é formado em Comunicação Social e escreve sobre o dia a dia da TV.
Veja mais ›