Figura ilustre do Domingão, Mary Jackson tem sonho de reencontrar Fausto Silva

Mary Jackson e Faustão
Mary Jackson acompanha Fausto Silva desde a sua estreia na Globo (Imagem: Reprodução / Arquivo)

Telespectadores assíduos do Domingão do Faustão devem se lembrar da famosa Mary Jackson, que esteve presente todo domingo no programa da Globo até março do ano passado, quando começou a pandemia da Covid-19. A personagem é interpretada por dona Maria José Gomes, que é uma grande fã de Fausto Silva, e tem o sonho de poder reencontrá-lo.

A carreira dela começou, na verdade, em 1980, quando frequentava todos os programas de Chacrinha. Em 26 de março de 1989, ela estava presente na estreia do Domingão na Globo. Com toda irreverência e gingado, Maria recebeu o posto de animadora de plateia.

Com a saída de Fausto da Globo, ela, que foi apelidada de Mary Jackson pelo próprio ex-global, já afirmou que está pronta para o novo projeto dele na Band.

“Eu estava ansiosa, esperando, uma emoção muito grande tomou conta de mim. Estar no programa dele é uma satisfação muito grande. Comecei dançando como uma pessoa comum. Eu rebolava muito, dançava muito, e foi quando ele me chamou de irmã do Michael Jackson. A personagem foi criada por ele. Eu sou muito feliz porque ele realizou meu sonho. É uma pessoa maravilhosa, que ajuda as pessoas, dá oportunidades“, disse ela em entrevista ao Notícias da TV, relembrando as experiências no dominical.

Nos últimos anos, ela se afiliou a uma agência especializada em figuração e passou a ganhar um cachê por domingo (de R$ 110).

Fora da TV, ela sempre trabalhou como diarista e ainda exerce a profissão, três vezes por semana. Além disso, começou neste ano a faculdade de Letras. “Faço com muita dificuldade, mas tô fazendo, é pra melhorar como eu falo, o meu vocabulário“, explicou Mary, que também faz aulas de canto. Além das plateias de TV, a artista também anima festas infantis.

Inclusive, já espera, quem sabe, ser chamada pelo ídolo para a Band. “Eu fiquei muito triste [com o fim do Domingão]. Eu chorei. Mas ele deixou algo importante ali dentro, que foi alegria, felicidade, os amigos. Se ele me chamar [para o novo programa que apresentará, na Band], eu irei com muito prazer. Eu vou continuar sendo fã dele para sempre, jamais vou deixar de amá-lo. Onde ele for, se Deus permitir e ele [Faustão] quiser, eu estarei lá, com certeza“, afirmou.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›