Datena
Filho de Datena não o apoia na política (Imagem: Reprodução / Band)

Joel Datena, filho de José Luiz Datena, não escondeu a sua insatisfação ao saber que o pai está disposto a abandonar a sua carreira na TV e ingressar na política a partir das próximas eleições, em 2020.

Apresentador do Brasil Urgente, Datena mostrou interesse pela disputa pela prefeitura de São Paulo no próximo ano, mas não bateu o martelo sobre a sua participação na corrida pela disputa da capital.

A repórter Cíntia Lima, do A Tarde é Sua, da RedeTV!, questionou o âncora do Bora São Paulo sobre a possibilidade do seu pai se aposentar. “Deixa eu te falar, esse negócio de parar não existe. O Brasil Urgente é um programa criado para ele, com a cara dele”, garantiu.

No Teleton 2019, ao site RD1, Datena confessou o desejo de ver o filho ocupando o seu lugar caso pendurasse as chuteiras da TV. “Acho que quando ele parar o programa tem que virar a chave”, opinou Joel.

Ele foi enfático sobre a possibilidade de ver o pai mergulhado na política: “Acho que ele tem um papel muito importante no jornalismo. Ali você está fazendo política sem ser político. Não gostaria de ver meu pai político. Não o apoiei no passado e agora não o apoiarei agora também”.

Datena fala sobre entrada na política

José Luiz Datena falou mais uma vez sobre a possibilidade de entrar para a política. Nos bastidores do Teleton 2019, na madrugada deste sábado (26), o apresentador conversou com os jornalistas presentes e abriu jogo em relação ao assunto e também falou de Luciano Huck e Jair Bolsonaro (PSL).

“Eu ainda não defini [se será candidato], mesmo porque em duas vezes eu fui pré-candidato, uma para Prefeitura e outra para o Senado. Mas, por várias razões, eu desisti. Dessa vez quando eu disser que vou eu vou. Não está afastada a possibilidade de eu ser candidato a prefeito. Eu vou decidir lá pra frente, mas até agora eu não defini nada”, comentou o famoso.

Em seguida, Datena revelou também que não tem um partido definido, pois está em conversa com vários políticos. “Tenho conversado com as mais diferentes correntes ideológicas, de esquerda, de centro e de direita. Recebi convites até do presidente Bolsonaro. Conversei com vários amigos e estou ouvindo as pessoas até agora”, garantiu ele.

O apresentador completou afirmando que deve bater o martelo na decisão em março: “Se eu decidir ser candidato a prefeito de São Paulo eu vou me dedicar à campanha e deixarei a televisão. Mas como ainda é muito cedo, eu acho que temos que esperar um pouquinho para definir isso. O melhor momento é lá para março, onde você pode ter uma ideia mais aproximada daquilo que você quer”.

Questionado sobre a possibilidade do Luciano Huck se candidatar, Datena fez elogios ao colega de televisão. “É uma figura querida. Todo brasileiro tem condição de se candidatar. Se os políticos têm condição de se tornar político, por que nós não podemos? O Luciano é uma figura doce. Se as pessoas eleitas até agora estivessem preparadas o Brasil não estava nessa [situação] até hoje”, disparou.

Ainda nos bastidores do programa em prol da AACD, o jornalista elogiou o trabalho do presidente da República: “Ele está fazendo o possível para quebrar paradigmas, mas está enfrentando dificuldades. Uma coisa você não pode negar, ele está tendo coragem para quebrar esse corporativismo político que existe”.

Você está ficando de fora...

Não perca nada!

Saiba tudo o que está em alta no Instagram dos Famosos.

SIGA AGORA