Frota exibe Bolsonaro como ditador coreano e massacra em discurso

Alexandre Frota
Alexandre Frota se manifesta sobre desfile em Brasília (Imagem: Reprodução – TV Cultura – SBT / Montagem – RD1)

Deputado federal pelo PSDB de São Paulo, Alexandre Frota foi mais um nome do meio político que reagiu contra o desfile de tanques com o apoio do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na manhã desta terça-feira (10) em Brasília.

No Twitter, o político apadrinhado pelo governador João Doria (PSDB) chamou o Chefe do Executivo de “charlatão político” e definiu a cena do desfile como “abusiva, absurda e descabida”.

Em uma das publicações, Alexandre Frota colocou Bolsonaro como Kim Jong Um, ditador da Coréia do Norte. “Hoje é dia do desfile de Tanques do Bolsonaro. Quer mostrar na marra que manda em alguma coisa. Mas não manda… É um boneco ditador (fake), charlatão político”, detonou.

Frota resumiu a ação organizada pelo Ministério da Defesa como um ato de um “covarde”. “Bolsonaro realmente acha que vai mesmo assustar alguém com seus brinquedos da estrela. A ditadura e tempos sombrios estão de volta. Será uma cena abusiva, absurda e descabida. Só um covarde para fazer isso”, atacou.

Recentemente, o parlamentar perdeu a paciência com Bolsonaro por causa de uma crítica feita contra o ex-prefeito Bruno Covas, morto no início do ano vítima de um câncer.

“O outro, que morreu, fecha São Paulo e vai assistir a Palmeiras e Santos no Maracanã”, alfinetou. O ex-ator devolveu: “Enquanto Bolsonaro ataca Bruno Covas que aqui não está mais, uma reação chega do STF e TSE para investigar o charlatão político. Ministros do TSE decidem abrir inquérito contra o Jair Bolsonaro e Luís Roberto Barroso apresenta notícia-crime . Espero que dê em algo”.

Confira:

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›