Giulia Be abre o jogo sobre críticas após crise de ansiedade

Giulia Be
Giulia Be falou sobre o apoio que recebeu após expor seus sentimentos (Imagem: Reprodução / Instagram)

Discreta quanto à sua vida pessoal, Giulia Be abriu o coração para falar sobre a crise de ansiedade que teve antes de entrar no palco do Encontro. Na ocasião, internautas apontaram que não entendia o que ela cantava.

Após o ocorrido, a artista de 21 anos se pronunciou nos Stories sobre as críticas agressivas que sofreu. Em conversa com a Quem, ela pontuou: “Nunca entendi o que faz as pessoas falarem [na internet] nesse momento de vulnerabilidade. Normalmente faço o que der para manter minha privacidade. Pra mim, foi importante me expor ali, mostrar que estava sensibilizada, fraca, passando por uma crise de ansiedade antes de entrar no palco”.

“Depois, com as pessoas vendo a fraqueza e que eu tenho passado por isso, vieram falar como aquilo [o desabafo] as ajudou e inspirou. Recebendo essas mensagens, esse amor, me senti preenchida. De algo muito ruim, veio algo muito bom”, contou a famosa, que revelou que recebeu apoio de várias pessoas.

“Tantas mulheres incríveis de quem recebi apoio fizeram toda a diferença. Com tanto hate, tem tudo pra gente criar uma personalidade de desconfiar dos outros e não criar essas relações. Principalmente com mulheres, onde existe essa cultura de criar competição o tempo todo uma com a outra”, disse.

Quem também ficou do lado da cantora foi Bruna Marquezine. “Ela já passou por isso tantas outras vezes”, relatou Giulia Be, que ainda confessou como as duas se aproximaram: “Nossa relação começou de maneira estranha, mas até de penetra na festa, ela foi supersimpática comigo, uma fofa. Depois que ficamos amigas, entendemos o motivo disso. A gente ‘bate’. Ela sempre me surpreende, me inspiro muito nela”.

Na conversa, a famosa ainda falou sobre sua carreira. Ela, que ficou muito conhecida desde Menina Solta, em 2019, contou que trabalha para realizar seu sonho na música há bastante tempo.

Parece rápido para o público, mas não para mim. Além de ter me apegado muito à minha fé e saber que minha música é um propósito maior, sou guiada pela frase ‘não existe sonho sem sacrifício’. Na juventude, quando você quer arriscar num sonho tão louco, como ser artista, é necessário abrir mão de muita coisa que você imaginava ter que passar na adolescência porque vai estar trabalhando e se colocando na responsabilidade de adulto. Não é fácil“, afirmou.

“Olhando minha carreira hoje, o mais legal é saber respeitar tudo que mudou, que da pessoa que escreveu Amor de Verão vieram músicas como Se Essa Vida Fosse um Filme. Isso mostra que tudo é possível”, concluiu.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›