Globo exibirá final de A Vida da Gente com discurso emocionante de Nicette Bruno

Nicette Bruno será homenageada em capítulo final de A Vida da Gente (Imagem: Reprodução / Globoplay)

Dez anos depois, a novela A Vida da Gente (2011) contará com uma homenagem emocionante à atriz Nicette Bruno, que, na época das gravações, pele da personagem Iná, gravou um discurso sobre o tempo.

Na história, Nicette interpreta uma senhora generosa e conselheira, bem parecida com a própria atriz na vida real, que morreu em dezembro do ano passado aos 87 anos, vítima de complicações da covid-19.

A cena foi ao ar originalmente em 2012 e, nela, a personagem declarou: “Quem teve o privilégio de viver muito sabe que o tempo é um mestre muito caprichoso”.

“Às vezes, as suas lições são tão repentinas que quase nos afogam. Outras vezes, elas se depositam devagar como a conta-gotas diante da avidez das nossas perguntas”, prosseguiu.

“E, por isso, quem teve o privilégio de viver muito, como tantos amigos aqui do nosso baile, aprende a olhar com serenidade o turbilhão da vida. Amores ardentes se extinguem. Urgências se acalmam. Passos ágeis, alentam”, disse ainda.

“Enfim, tudo muda. Muda o amor, mudam as pessoas, muda a família. Só o tempo permanece do mesmo modo, sempre passando. É por isso que eu queria, nesta noite, erguer um brinde a ele, que esculpiu no meu rosto e na minha alma a sua marca, da qual eu muito me orgulho. Ao tempo”, finalizou.

A cena com essas sábias palavras irá ao ar no último capítulo da novela, no próximo dia 6 de agosto. Dias atrás, A Vida da Gente levou ao ar a clássica cena da briga entre as protagonistas.

Nela, Ana (Fernanda Vasconcellos) e Manu (Marjorie Estiano) discutem durante mais de oito minutos ininterruptos, fazendo com que a trama repercutisse nas redes sociais.

A confusão, porém, foi motivo de conflito entre os internautas, que ficaram divididos entre ficar do lado de uma ou da outra, motivando várias discussões sobre quem estaria certa e quem era a errada da história.

Um internauta, por exemplo, disparou: “A cena da briga das irmãs foi tão maravilhosa que na época a produção reprisou tudo no capítulo seguinte e agora fizeram o mesmo com a reprise”.

“A verdade é que todo mundo assistiu a reprise só por causa dessa cena memorável. a entrega da Fernanda e da Marjorie é surreal”, elogiou outra. Teve ainda quem criticasse a atitude de Manu:

“A sonsa da Manu querendo dar lição de moral, a mesma pessoa que roubou a vida da irmã, enfim a hipocrisia”.

Mas teve quem a defendesse: “Pra mim a Manu surrou a Ana do começo ao fim nessa discussão. Manu surrou com força, pq a Ana só tá com o Lúcio por causa da Júlia e por não bancar nada do ela se assume a fazer”.

Outra telespectadora de A Vida da Gente ainda detonou Ana:

“Ana contraditória do início ao fim da conversa, uma hora a Júlia é filha dela e não dá Manu, na outra cobra da Manu que abandonou a filha. Numa hora o Rodrigo é assunto de meses atrás , na outra fala do amor deles…oh mulher confusa!!!”.

Apesar disso, muita gente teve empatia pelas duas: “Essa discussão tem um quê de verdade tanto do lado da Ana quanto do da Manu, mas esse pessoal panelinha não entende isso e acha que só um ponto é correto. A história é sobre isso, duas pessoas IMPERFEITAS!!”.

E ainda quem apontasse Rodrigo (Rafael Cardoso) como o único culpado: “Único erro da Ana e da Manu e não falar essas poucas e boas pro Rodrigo tbm, o bonitão são ileso depois de causar a desgraça”.

Confira:

Lucas Medeiros
Lucas Medeiros é formado em Comunicação Social e escreve sobre o dia a dia da TV.
Veja mais ›