GloboNews comete equívoco e anuncia exclusiva dada pela CNN Brasil um dia antes

GloboNews
Investigação sobre gasolina adulterada pela Anac é dada como exclusiva pela GloboNews, após furo da CNN Brasil (Imagem: Reprodução / GloboNews)

Na correria para dar a informação primeiro, GloboNews e CNN Brasil, devido a intensa concorrência que existe entre as duas emissoras, acabam cometendo alguns equívocos, como foi o caso na última sexta-feira (10), quando Christiane Pelajo deu uma notícia com “exclusividade”, mas que já havia sido confirmada pela CNN no dia anterior.

A informação dava conta que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) está em investigação sob a suspeita de adulteração na gasolina. A mesma pauta foi destaque no Jornal da CNN na quinta-feira (09).

O furo foi dado por William Waack na edição do noticiário, que comentou sobre as investigações da Anac sobre a gasolina azul, utilizada como combustível nos aviões. De acordo com a reportagem, o material teria sido batizado e adulterado com a mistura de solventes.

O modo como a notícia foi apresentada pelo canal de notícias do Grupo Globo causou estranheza nos bastidores da CNN Brasil. O entendimento é que a forma correta era que as informações deveriam ser veiculadas, mas sem o título de exclusivo.

Enquanto a GloboNews requentava a notícia como nova, a CNN Brasil apresentava mais um furo no mesmo momento: a confirmação do novo ministro da Educação, o pastor Milton Ribeiro. O Edição das 16h só tocou no assunto minutos depois, por volta das 17h30.

CONTINUE LENDO →

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.