Eduardo Bolsonaro
André Marinho falou sobre censura de Eduardo Bolsonaro (Imagem: Reprodução / Facebook)

O humorista André Marinho, que foi um dos aliados na campanha eleitoral de Jair Bolsonaro para a presidência do Brasil, como já noticiamos aqui no RD1, resolveu falar sobre a entrevista de Eduardo Bolsonaro ao programa Pânico, da Jovem Pan.

De acordo com Marinho, que agora faz parte do grupo de adversários do governo, a equipe de Eduardo Bolsonaro pediu para que ele não participasse da atração durante a entrevista com o deputado federal. A revelação foi feita durante um evento promovido pelo Movimento Brasil Livre (MBL), que discutia a nova linguagem do humor e sua retórica.

Nosso querido quase-embaixador, Eduardo Bolsonaro, simplesmente pediu a minha não-participação o dia em que ele foi ao Pânico. O grupo dele pediu para que eu não participasse da bancada. O cara estava afim de negociar com […] o mundo inteiro, mas não aguentava uma hora de André Marinho, por desavenças do ‘papai’ com o meu pai“, disparou o comediante.

Seja lá o que for esse poço de delírio em que eles estão imersos há muito tempo, então, esse é o tipo de gente que nos governa hoje em dia e a gente tem sempre que manter a chama da vigilância bem acessa porque não dá para a gente ficar passivo olhando esses arroubos autoritários que estão sendo impunes, então, que a gente permaneça, sempre, atento em relação a isso, e saber muito bem com quem a gente está lidando e elegendo e promovendo“, finalizou.

Confira:

🔔Boletim RD1 | Notícias dos Famosos