Ilha Record: Envolvimento entre Pyong e Antonela vira assunto entre os exploradores

Ilha Record
Envolvimento entre Pyong e Antonela vira assunto entre os exploradores do Ilha Record (Imagens: Reprodução – PlayPlus / Montagem – RD1)

A aproximação polêmica entre Pyong Lee e Antonela Avellaneda no Ilha Record causou problemas dentro e fora do confinamento, tanto que arruinou o casamento do finalista do reality. Os exilados voltaram para a sede e tocaram nesse assunto mais delicado.

Saiba tudo sobre o Ilha Record na cobertura do RD1

Any Borges introduziu o assunto de forma bem sutil: “Pyong tomou várias cervejinhas”. A argentina também entrou na onda de risos: “Eu vi ele tomando champanhe e até comentei ‘olha quem falou que não bebia”.  O marido de Sammy Lee rebateu: “Não enchi a cara, não perdi nada”. Thomaz Costa tirou sarro: “Só a aliança”.

Foi então que Pyong se deu conta do problemão, na época em que o reality foi gravado: “Nem me fala. Vou ter que comprar outra, vou ter que comprar uma [nova]. O dela a gente vende, tem diamantes e pega outra, mas ela vai querer um [upgrade]”.

O ator retomou a palavra e alertou o amigo: “Depois de assistir… não dá pra segurar é sério”. O ex-BBB se defendeu: “Vocês assistiram, trechos isolados”.  caçula do programa insistiu ao relembrar o que viu: “Eu tava aqui, continuei assistindo.. Vocês estavam assim de mãos dadas e ela fazendo carinho”.

Thomaz decidiu se colocar no lugar de Sammy, imaginando se a situação acontecesse com ele: “Eu fico me colocando no lugar, por exemplo, se fosse eu e a Nadja, e a minha namorada assistindo, entendeu? E a Nadja toda hora embaixo do edredom de mãos dadas, fazendo carinho, abraçando, beijando no rosto, falando o tempo todo”.

Claudinho Mattos mandou a real para Pyong Lee: “Tem comentários de pessoas, o fato de você pegar ela de uma cama e puxar pra outra… Vai ter que redobrar o esforço”.

O galã teen relembrou uma conversa que teve com Antonela Avellaneda no Exílio: “Eu cheguei para ela no exílio e troquei uma ideia falando: ‘Oh Antonela, você tá percebendo que o que você tá fazendo, pode prejudicar o Pyong?’. Ela: ‘Ah, pode nada’. Tipo, a gente tava conversando de um assunto, ela: ‘‘Ai Pyong, não sei o quê’. Eu falei: ‘Você tá apaixonada?’. Ela respondeu: ‘Tô’”.

Pyong tentou entender o que aconteceu: “Para mim, foi isso, foi o confinamento, relação diferente, tipo de aliança, amizade, com o contato direto. E é isso, acabou”. Claudinho finalizou o papo no depoimento privado: “Ele sentiu que deve ter dado uma extrapoladinha nessa questão”.

Confira:

Matheus Henrique Menezes
Oficialmente redator desde 2017. Experiências como editor e social media. Já escrevi sobre famosos, TV, novelas, música, reality show, política e pauta LGBTI+. Vídeos complementares no YouTube, no canal Benzatheus.
Veja mais ›