Jão surpreende e expõe crise após aparecer no Fantástico; entenda

Jão
Jão falou sobre ser crítico e não gostar de se assistir (Imagem: Reprodução / Instagram)

Jão revelou que é muito crítico com as suas atitudes, falas e sua imagem. O cantor deixou claro isso em um desabafo para o podcast Podpah, em que contou não conseguir assistir suas aparições na TV.

publicidade

Um dos maiores cantores pop da atualidade, o famoso confessou que nem sequer viu a sua reportagem no Fantástico, que foi ao ar em maio na Globo. Ele explicou que nunca gostou de se assistir no vídeo, mas acabou se acostumando a ser filmado por conta do trabalho.

“Eu odiava câmeras, e hoje, é uma coisa com que me acostumei, por causa do meu trabalho, mas não me assisto”, disparou o dono de hits como Imaturo e Coringa.

publicidade

Veja Também

Jão, no entanto, confessou que chegou até mesmo a mentir para sua produtora da Globo quando a matéria no Fantástico foi ao ar. Ao ser questionado se havia gostado do resultado, o artista respondeu com um “maravilhoso”.

“Fiquei no banheiro, trancado, chorando. Não estou querendo dramatizar. É um negócio muito louco, porque eu sei que, se eu me assistir, eu vou botar defeito e vou me brecar de fazer as próximas coisas”, completou ele, falando que a realidade foi diferente.

Jão toma atitude contra homofobia de cantora gospel

A cantora gospel Bruna Karla deu o que falar, recentemente, por causa de um posicionamento contra o casamento gay e virou alvo de famosos. Jão e Ludmilla, por exemplo, usaram seus perfis no Twitter para detonar a outra artista.

“Esse é o tipo de discurso que me embrulha o estômago e me deixa revoltada. Pessoas como ela, que se dizem ‘porta-vozes’ de Deus, descartam e fazem mal à pessoas o tempo inteiro pelo simples fato de elas serem quem elas são!”, comentou a funkeira.

publicidade

Ludmilla, cabe lembrar, é casada com Brunna Gonçalves e sempre fala abertamente sobre o seu relacionamento homossexual.

Jão, por sua vez, declarou que “o discurso dessa cantora gospel em um podcast é muito criminoso. não dá pra ficar no ‘ah, é só ignorar, é a religião dela…’, porque essa fala enlouquece e mata muita gente que começa a se odiar. É uma homofobia escancarada e deveria ser passível de processo”.

Durante uma entrevista à atriz Karina Bacchi, Bruna afirmou que só iria ao casamento de um amigo gay caso ele “estivesse se casando com uma mulher”.

publicidade

“Teve um amigo que me perguntou: ‘Bruna, quando eu me casar você vai no meu casamento?’ e eu olhei para ele, fui bem sincera disse: ‘Ah, quando você se casar com uma mulher linda e cheia do poder de Deus, eu vou sim’… Estou falando de um amigo, homossexual, que a gente tem essa liberdade, e eu falei que o dia que aceitar cantar em um casamento com outro homem, posso parar de cantar sobre a bíblia e sobre Jesus”, declarou.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Luiz Fábio AlmeidaLuiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email luizfabio@rd1.com.br