Juliette abre o jogo e revela choque com a fama: “Era iludida”

Juliette
Juliette falou sobre sucesso após reality (Imagem: Reprodução / Instagram) 

Juliette não imaginava o que a esperava ao deixar o Big Brother Brasil neste ano. Em entrevista ao Globo Repórter, que vai ao ar na próxima sexta-feira (15), a vencedora do reality global revelou que imaginava que ser famosa era um conto de fadas:

“Meu Deus, como eu era iludida. O trabalho por trás disso é muito sacrificante”.

Por falar em fama, em recente entrevista à revista Glamour, a advogada deixou claro que não está preparada para enfrentar críticas coletivas: “Até comentei que não estou preparada para o cancelamento, sou muito sensível”.

Até agora recebi muito amor, quase nada de hate. A pouca experiência que tive já me machucou”, explicou a famosa, que não abre mão de se posicionar politicamente no que acredita e disparou:

“Seria contraditório se eu me omitisse. Vou fazer, vou falar, mas com responsabilidade, porque sei do peso das minhas palavras. Tento falar de uma forma que não machuca. O artista tem uma responsabilidade, e uma dívida social. Quando você não se expõe, quando você se omite, prejudica a sociedade. Tem que se posicionar, sim. Promova algo positivo. Eu não me omito”.

Já com relação à fama, ela disse que isso também a deixou assustada:

“Fiquei muito (assustada). (…) Precisei revisar os antigos acontecimentos da minha vida, claro, que em proporções menores, que me prepararam para receber tudo o que recebo hoje. Só enfrentei mais um desafio”.

Apesar disso, recentemente, ela topou fazer uma parceria com Rodolffo, um dos participantes mais criticados pelo público do BBB 2021, por conta de atitudes polêmicas.

A vencedora do programa, que está cautelosa com a sua carreira artística, aceitou fazer uma parceria com o ex-colega de confinamento e subiu ao palco com a dupla Israel e Rodolffo.

Eles não revelaram do que se tratava o projeto, mas começaram a achar que seria uma possível participação na gravação DVD. Muita gente, entretanto, acabou criticando a sua decisão em topar.

Para essas pessoas, Juliette não deveria subir no mesmo palco que alguém que foi acusado de comentários racistas e homofóbicos em rede nacional, ainda mais pelo fato da vítima ter sido um amigo da morena.

“Ela fica tendo gratidão pelo cara que foi racista com o amigo dela e ainda se achou certo. Eu fico pasma. Não dá ficar dizendo que se importa com causas e gravar com alguém que agride essas causas”, detonou um internauta.

MAIS LIDAS

Guinho Santos
Guinho Santos é formado em Jornalismo e escreve sobre o universo das celebridades há dez anos. Reality show, bastidores da TV e novelas também são seus pontos fortes. Além disso, possui experiência como Social Media e apresentador. Seu canal na web é através do Instagram @guinhosantos__.
Veja mais ›