Luciano Huck expõe primeira sensação depois de irmão se assumir gay

Luciano Huck
Luciano Huck ao lado do irmão, Fernando Grostein, de 40 anos (Imagem: Reprodução / Instagram)

Luciano Huck, no livro De Porta em Porta, escrito por ele no período de isolamento social e lançado pela Globo Livros, comentou sobre a reação que teve quando Fernando Grostein, seu irmão, revelou sua orientação sexual em 1999.

“Quando Fernando, aos 20 anos, marcou sua posição e falou, ‘olha, eu sou gay, essa é minha vida, isso não é uma escolha, esse é o meu ser, é como eu sou’, eu disse: ‘o.k.’. Mas, num primeiro momento, tive um certo choque”, admitiu.

O apresentador afirmou que a sua reação foi motivada “por razões que têm a ver com a forma obtusa, estúpida e quase desumana como o mundo dita as regras de comportamento”. Contudo, ele ressaltou: “Mas também porque você quer que a vida da pessoa que ama seja uma estrada asfaltada, sem buracos e pouco sinuosa”.

“No mundo em que vivemos, embora isso esteja mudando, assumir-se gay ainda significa, infelizmente, enfrentar uma dose pesada de preconceito”, resumiu.

Em outro trecho da obra, Luciano Huck voltou ao assunto e citou o irmão, atualmente com 40 anos, mais uma vez. Segundo ele, sua atitude foi tomada “dada a toda carga de referências machistas e homofóbicas que a sociedade brasileira me entregara”, além do “preconceito e o sofrimento que imaginei que isso traria para o Fernando e para a minha família”.

“Minha primeira sensação foi, de fato, a de perder o chão. Começa ali um embate entre tudo o que tinha entranhado em mim, fruto daquilo que hoje é chamado de machismo estrutural, e minha tentativa de tentar compreender e processar as novas informações e formar uma nova consciência”, expôs.

Luciano Huck foi alvo do Craque Neto, que não entendeu o motivo do contratado da Globo não ter citado a sua fase na Band quando se despediu do Caldeirão no último sábado (28).

“Oh, Luciano Huck, deixa eu falar uma coisa para você: você não agradecer a Band? A Band foi tão importante para você, você não tem ideia. No H. Aí, você disse da Joana Prado e da Suzana Alves. Você tinha que ter, no mínimo, a gratidão de falar o nome das duas”, disparou.

MAIS LIDAS

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›