Maju Coutinho reage contra racismo ao vivo em telejornal da Globo

Maju Coutinho
Maju Coutinho comentou sobre racismo ao vivo em telejornal (Imagem: Reprodução/ Globo)

Maju Coutinho mais uma vez quebrou o protocolo da Globo e reagiu contra um caso de racismo que ocorreu em interior de São Paulo. No Jornal Hoje, desta segunda-feira (9), a âncora se posicionou sobre o caso do homem que precisou tirar parte da rouba para provar que não havia furtado nada em supermercado.

“Infelizmente, o racismo nosso de cada dia, que felizmente está sendo cada vez mais filmado, denunciado, para que não seja mais tolerado. A polícia de São Paulo vai investigar uma abordagem feita por um segurança de supermercado no interior do estado”, disparou a apresentadora.

O caso comentado por Maju Coutinho veio à tona depois de um vídeo em que um homem negro de 56 anos foi obrigado a tirar parte da roupa em um supermercado atacadista de Limeira (SP). O caso aconteceu na sexta-feira (6). Após a abordagem, a vítima registrou um boletim de ocorrência por constrangimento na Polícia Civil.

O homem teria sido abordado por dois seguranças que suspeitaram que o cliente havia furtado produtos da loja. O caso foi na rede atacadista Assaí, que fica no Centro da cidade.

Em junho, no Papo de Segunda, do GNT, a jornalista chegou a citar a vice-campeã do BBB 2021, Camilla de Lucas. Isso aconteceu quando ela abordou como as mulheres devem lidar com os homens que se dizem progressistas, mas agem de forma hipócrita.

“Camilla foi minha torcida no BBB e eu concordo com ela. Às vezes cansa ficar desenhando questões sobre racismo, feminismo, mas é a luta. A gente tem que seguir essa luta pra conseguir a mudança. Cansou? Respira, recarrega e vai levando até onde dá”, declarou a âncora do Jornal Hoje.

Maju ainda seguiu: “Tem que pegar pela mão. Você pega mão, tenta guiar pelo caminho, tenta apontar as coisas que não tão legais e aí você tem que ter a percepção também de dar um basta nessa história”.

A jornalista também falou sobre a grande quantidade de homens “feministos” que tem aparecido: “Não sei se é epidemia, não sei quantificar. Mas acho que nós mulheres, temos que tá com a lente bem afiada, olhar bem apurado pra desmascarar o feministo”.

“Cabe a nós não cair no conto. Sacou que o cara não tá agindo do jeito que ele tá pregando, dá o fora. Isso vale pro feministo, pro afro conveniente“, contou a apresentadora da Globo, deixando claro que acha importante ajudar estas pessoas a melhorar.

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email [email protected]
Veja mais ›