Marcelo Cosme diz como Paulo Gustavo o ajudou a contar aos pais que é gay

Marcelo Cosme
Marcelo Cosme, âncora da da GloboNews, revela em entrevista como contou a mãe que é gay                      (Imagem: Reprodução / GloboNews)

Âncora da GloboNews, Marcelo Cosme falou como a franquia Minha Mãe É Uma Peça, de Paulo Gustavo, morto no dia 4 de maio por complicações da Covid-19, o ajudou a contar para os pais que é gay. Segundo ele, sua mãe o tratou como Dona Hermínia tratou o filho no longa.

“Sou de Rio Grande, uma cidade do interior do Rio Grande do Sul, bastante conservadora. Só fui contar para a minha mãe que era gay em 2016 e para o meu pai dois anos depois. Até isso acontecer, eu já tinha assistido aos dois primeiros filmes de Minha Mãe é Uma Peça”, relatou à revista Veja.

“E se a minha mãe achava a Dona Hermínia, personagem de Paulo Gustavo, engraçadíssima, e essa mesma personagem tinha um filho gay, então quando eu contasse para ela que também era gay, as coisas poderiam ser mais tranquilas para mim”, entendeu na época.

Marcelo Cosme contou para a mãe sobre sua orientação sexual e recebeu a melhor resposta: “A reação da minha mãe foi me dizer: ‘O meu medo é que você sofra na rua. Mas aqui dentro de casa eu vou te apoiar e te amar para sempre’, que foi a mesma coisa que a mãe do Paulo Gustavo disse para ele”.

Para o global, “Paulo Gustavo trouxe essa leveza para que a gente possa lidar com a nossa sexualidade”, e acrescentou: “Ele teve um papel fundamental para eu tomar o primeiro, o segundo, o terceiro passo em minha aceitação”.

Na Globo, o fato de ter falado sobre sua orientação sexual não atrapalhou em nada o seu contato com os colegas ou com a direção. “Eu já tinha revelado, no início do ano, que namorava um cardiologista, ao comentar sobre a pandemia. Meu namorado trabalha em uma UTI de coronavírus. Quando falei isso no ar, teve uma grande repercussão nas redes sociais”, lembrou.

“Mas quando sai do estúdio, ninguém falou absolutamente nada comigo porque isso é muito natural na emissora. Aqui ninguém é tratado como o gay, o negro, o gordo”, garantiu. Todo mundo é igual”, completou.

“Na nossa equipe temos diversas pessoas homossexuais. Por que meus colegas podem falar que têm esposa, marido e eu não poderia falar que tenho namorado? Enquanto isso chamar a atenção das pessoas, a gente vai precisar falar. Aqui na Globo, graças a Deus, me sinto muito à vontade”, finalizou.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›