Márcio Gomes garante que saída da Globo não foi só por dinheiro

Márcio Gomes
Márcio Gomes falou sobre sua saída da Globo (Imagem: Reprodução/ Globo)

Prestes a estrear na CNN Brasil, Márcio Gomes abriu o jogo sobre sua saída da Globo, onde ficou durante 24 anos e que, nos últimos meses, ganhou destaque com a cobertura da pandemia do coronavírus.

Ao UOL, o jornalista revelou o que motivou sua saída da emissora carioca e as expectativas com o novo emprego. “Foram 24 anos maravilhosos. Mas nada é para sempre. Na minha opinião, você tem que se mexer, é saudável”, disse o famoso.

O âncora garantiu que aceitou a proposta da CNN Brasil por causa do salário, na faixa de R$ 100 mil por mês, mas também pelo novo desafio.

“Não adianta nada ser um supersalário e o trabalho ser uma coisa que você não gosta, ou igual ao que você fazia antes. Aí não significaria nada para mim”, desabafou Márcio Gomes, que estreará na tela do canal no dia 9 de novembro.

“Eu estava me sentindo um pouco parado na Globo depois de 24 anos”, comentou o jornalista, que estava sendo usado como coringa na programação do canal aberto.

Ele foi correspondente no Japão pela Globo durante cinco anos, e retornou em 2018 para o Brasil: “Mas voltei meio triste porque eu adorava o trabalho, o ritmo, a liberdade. Quando voltei, senti falta de ser movido a desafios”.

Na entrevista, Gomes ainda opinou sobre a postura de Jair Bolsonaro (sem partido) a respeito da vacina contra a covid-19: “Quando o presidente fala que a vacina não pode ser obrigatória, eu acho que ele acaba criando um estigma que só vai afastar as pessoas”.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›