Marcius Melhem admite ser um homem tóxico, mas nega violência sexual

Marcius Melhem
Marcius Melhem se defende de acusações (Imagem: Reprodução / Globo)

Marcius Melhem concedeu sua primeira grande entrevista para um veículo de comunicação após um ano da primeira denúncia de assédio contra ele na Globo. O ex-diretor admitiu que “foi um homem tóxico”, mas negou que tenha praticado uma relação sem consentimento.

“Para começar, acho muito importante dizer que, depois de um ano, eu consigo entender que tudo que aconteceu e está acontecendo comigo, aconteceu a partir dos meus erros”, começou em entrevista ao Splash, do UOL. “Hoje eu entendo que tive comportamentos, atitudes, que não cabem mais. Já não é uma questão de culpado, inocente, não ser ouvido, condenado, é uma questão de dignidade”, completou.

“E preciso estar aqui com toda transparência, toda a clareza, para dizer que eu fui um homem tóxico, um marido péssimo, uma pessoa que cometeu excessos em se relacionar com pessoas dentro de seu próprio ambiente de trabalho, coisa que eu não via problema, mas hoje entendo todas as nuances que isso pode ter”, relatou.

“Entendo que eu, como homem, feri pessoas, magoei, traí, fui galinha, tudo isso foram erros meus e num mergulho muito profundo feito neste ano cada vez entendo mais”, reforçou. Melhem disse que contou com a ajuda de amigos e da terapia em seu processo de culpa.

No entanto, o humorista negou as acusações relatadas por vítimas para a revista Piauí. “Mas é preciso dizer, Mauricio [Stycer], que, em cima dos meus erros, e das coisas que efetivamente eu fiz, tem muita coisa sendo falada que é mentira e muita coisa sendo falada que, de forma alguma, eu fiz e isso eu preciso combater”, defendeu.

“Eu jamais, embora confesse meus excessos e já confessei aqui e a gente pode conversar sobre eles, eu jamais tive nenhuma relação que não fosse consensual e eu jamais pratiquei nenhum ato de violência com quem quer que seja na minha vida. Esse perfil que foi traçado ali ele não corresponde de forma alguma a quem eu sou”, garantiu.

Marcius Melhem não deu detalhes da sua relação pessoal e profissional com Dani Calabresa, uma das vítimas dos supostos assédios. “Não vou colocar minha intimidade e da Dani Calabresa aqui porque ela não se expôs, não falou nada e eu não vou falar. O que estou justamente dizendo é que isso não se discute aqui”, considerou.

Segundo o ator, os dois protagonizaram “a melhor das relações até que a gente teve um desentendimento profissional em 2019”, e recordou: “Essa festa narrada aí aconteceu em 2017. Não quero expor nada, não acho que é o lugar, mas só para citar duas coisinhas para dizer o quanto essa matéria tem muitas falhas”.

O ex-global se recusou a contar o que ocorreu na festa de 2017, onde foi relatado que ele tirou o pênis para fora dentro do banheiro onde estava Dani Calabresa. “Eu não vou contar. O que eu posso dizer é que aquilo que aconteceu naquela festa, aquela narrativa [da Piauí] é completamente fantasiosa, irreal. Tenho testemunhas de que aquilo não aconteceu”, declarou.

Segundo ele, uma semana após a festa, recebeu um áudio sendo convidado pela colega para uma viagem à Disney. “Uma semana depois daquela festa, que eu teria feito aquilo, aquele absurdo, a Dani me convida para ir à Disney, eu e minhas filhas. ‘Quero ir para a Disney com você e suas filhas’. Uma pessoa que sofreu aquilo uma semana antes vai me mandar um áudio, uma semana depois, no privado, para dizer que queria ir para a Disney comigo e minhas filhas?”, questionou.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›