Mario Frias revela desejo de vetar passaporte da vacina em museus

Mario Frias
Mario Frias falou a respeito do “passaporte da vacina” (Imagem: Reprodução / Agência Brasil)

Assim como o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Mario Frias mostrou mais uma vez que é contra o “passaporte da vacina”. O secretário de Cultura salientou em seu Twitter que não permitirá a adoção desses “passaportes” em espaços culturais vinculados à União.

A ideia do documento, que já tem sido utilizado em vários países e até cidades brasileiras, é fazer com que as pessoas sejam obrigadas a comprovar que foram vacinadas contra a Covid-19 para que pudessem frequentar lugares como museus, bares, restaurantes e outros estabelecimentos.

“Nenhum prefeito irá decidir o que os órgãos vinculados a mim [Secretaria Especial da Cultura] irão ou não fazer. Não aceitarei fazer parte do teatrinho autoritário sanitarista. Nas entidades vinculadas da Cultura, não iremos adotar o abominável passaporte de vacinação, ponto final”, escreveu o secretário do Governo Bolsonaro nas redes sociais.

Nesta semana, Mario Frias usou o seu Twitter para rebater uma declaração de Ingrid Guimarães, que criticou uma decisão do Executivo.

“4 milhões e 600 pra Casinha Games? Ué… não era a gente que mamava na teta do Governo, moço?? Fiquei confusa agora…”, escreveu a famosa, fazendo referência à notícia de que o Ministério do Turismo autorizou a alocação de R$ 4,63 milhões do Fundo Nacional da Cultura ao projeto da Secretaria da Cultura.

Na mesma rede social, Mario rebateu: “Moça, você achou mesmo que eu iria dar dinheiro para artista rico ficar de pernas para o ar, ao invés de investir em curso profissionalizante para crianças de baixa renda? Clareou?!”.

A postagem do ator tem ironias ao filme De Pernas Pro Ar, um marco do cinema brasileiro da última década. Ele foi protagonizado por Ingrid Guimarães.

Por causa do projeto Casinha Games, o secretário e o Ministério do Turismo terão que responder questionamentos de deputados. Segundo o jornal O Globo, na última terça-feira (14), o deputado Alexandre Padilha (PT-SP) apresentou um requerimento à Mesa Diretora da Câmara dos Deputados cobrando o ministro do Turismo detalhes como as notas técnicas, a íntegra dos processos, os dados da entidade a ser beneficiada e a justificativa para a escolha.

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email [email protected]
Veja mais ›