Mel Gibson bate continência para Donald Trump e gera polêmica na internet

Donald Trump ainda conta com admiradores famosos (Imagem: Reprodução / Instagram)

Conhecido pelos grandes filmes que fez no passado, Mel Gibson foi flagrado batendo continência para o empresário Donald Trump, ex-presidente dos Estados Unidos, durante uma edição do UFC.

Aos 65 anos de idade, ele presenciou a chegada do político à T-Mobile Arena, de Las Vegas, onde foi realizado o UFC 264, e mostrou toda sua reverência, enquanto Trump parecia não reconhecê-lo.

O momento aconteceu durante uma aglomeração e acabou dividindo opiniões nas redes sociais. Apoiadores de Trump elogiaram a atitude e disseram que Gibson estava fazendo seu papel de patriota.

Já outras pessoas o detonaram, citando várias acusações passadas de que ele teria feito declarações antissemitas e homofóbicas “Um perdedor batendo continência para o outro”, detonou um internauta.

Donald Trump, vale lembrar, saiu perdendo nas últimas eleições dos Estados Unidos e, aqui no Brasil, Anitta fez questão de comemorar o fato de uma das suas músicas ter entrado na posse de Joe Biden, que foi vitorioso.

A cantora, na época, estava nos Estados Unidos e falou sobre a mudança de poder no país. Em entrevista à CNN Brasil, a funkeira declarou:

Eu estou super animada, feliz, surpresa e com mais esperanças para esse próximo ano, que está começando cheio de coisas boas”.

“Estou em Miami e aqui todo mundo está feliz com a saída do Trump e vinda do Biden. E ver minha musica na cerimonia é muita felicidade”, acrescentou a artista, que já fez várias críticas ao agora ex-presidente dos EUA.

Na mesma época, ela destacou a situação do ex-presidente:

“Aqui, quando aconteceu impeachment do Trump, foi uma coisa maravilhosa, todo mundo gritava na rua, celebrando como se fosse um ano novo. Isso representa muita mudança no comportamento social, porque pessoas acabam reproduzindo o comportamento do representante”.

“Quando tem autoritarismo tão forte no poder, a sociedade acaba se sentindo no direito de lidar assim uns com os outros. Vindo uma presidência, um comando, que é mais para todo mundo, a sociedade em geral se torna diferente, de forma positiva”, desabafou.

Confira:

Lucas Medeiros
Lucas Medeiros é formado em Comunicação Social e escreve sobre o dia a dia da TV.
Veja mais ›