Mesmo com demissões, faltam cadeiras em “dança” da Globo

Globo
Tadeu Schmidt assumirá o BBB e Globo fará uma “dança das cadeiras” em jornalísticos (Imagem: Reprodução / Instagram)

O Fantástico deste domingo (10), conforme destacamos na coluna Curto-Circuito de ontem (8), deve oficializar a transferência de Tadeu Schmidt para o BBB 2022. A chegada do apresentador ao reality vai causar a próxima dança das cadeiras no departamento de Jornalismo da Globo. Há quem diga que Maju Coutinho será fixada no “show da vida”. Com isso, César Tralli migrará do SP1 para o Jornal Hoje.

O noticiário local pode ficar com Alan Severiano. Ou Fábio Turci. Ou Michelle Barros. Ou Rodrigo Bocardi – também cotado para a revista eletrônica de todos os domingos. Enquanto as outras redes de TV padecem com o casting limitado, a Globo dispõe de vários talentos, aptos para voos maiores. A redução no time, decorrente do processo de restruturação financeira que atravessa, não impactou (ainda) a emissora, que dispõe de vários talentos para poucas vagas.

O próprio BBB, entregue a Tadeu, cabe perfeitamente para Thiago Oliveira. O departamento de Esportes, inflado mesmo após a perda de direitos de competições, tem Felipe Diniz, Caio Maciel e Alessandro Jodar em suas fileiras. Todos prontos para assumir o Globo Esporte ou Esporte Espetacular, indo além das intervenções nos telejornais ou das substituições em ausências e folgas do titular Felipe Andreoli.

O Fantástico, que agora caminha para ter duas mulheres no comando, pode comportar um terceiro elemento. Talvez o ótimo Murilo Salviano, que vai das pautas investigativas às de entretenimento. Ou Renata Capucci, de múltiplos talentos, inclusive culinários – que lástima pensar que a patota do É de Casa pode ocupar, um dia, a vaga do Mais Você de Ana Maria Braga… Isso sem falar em Sandra Annenberg, tão maior do que tudo que o Globo Repórter lhe oferece.

Atração ao vivo

Além de quadros gravados como o Show dos Famosos e o Quem Quer Ser Um Milionário?, Luciano Huck também tem apostado em atrações fortes para o ao vivo. Amanhã (10), o apresentador receberá Ivete Sangalo pela primeira vez no seu Domingão. Ela cantará e também comentará sobre a sua experiência como apresentadora do The Masked Singer Brasil, cuja final será no dia 19 de outubro.

Gravações encerradas

Eliana já gravou toda a próxima temporada do Minha Mulher Que Manda. Existe a expectativa que a atração comece a ser exibida a partir de novembro no SBT. Mais uma vez, o formato contará apenas com famosos nas disputas. A cada programa, três casais se enfrentam na divertida competição. Entre os famosos estão Xuxa, Sérgio Mallandro, Túlio Maravilha, os sertanejos Hudson, Zé Neto e Israel, a ex-BBB Gizelly Bicalho, Gracyanne Barbosa, Belo e Daniele Hypólito.

Novo comando

Depois de Juliette, Dilsinho assume o comando do TVZ, do Multishow, a partir desta segunda-feira (11). A atração vai ao ar de segunda a sexta, a partir das 18h30, com edições ao vivo às segundas e quintas. Como era de se esperar, o programa conta com um time de convidados incríveis, como Duda Beat, Zé Felipe e Virgínia. Diogo Nogueira será o convidado da grande estreia da nova temporada.

Perfil

Caito Maia
O empresário Caito Maia segue como um dos “sharks” do Shark Tank Brasil (Imagem: Divulgação / Guido Ferreira)

A nova temporada do Shark Tank Brasil, no Sony Channel, teve início no fim do mês passado e segue conquistando o público com episódios que vão ao ar toda sexta-feira, às 22h30. Entre os nomes de empresários da bancada dos “sharks” está Caito Maia, fundador da Chilli Beans. Ele e outros investidores avaliam os negócios dos participantes do programa.

“Estou faminto e com vontade de investir, ainda mais nesse momento novo que vivemos. O mundo deu uma chacoalhada e virão muitas oportunidades legais, não só no lado tecnológico e online, mas no físico também”, garante o empresário, que está na atração ao lado dos empresários João Appolinário, José Carlos Semenzato, Carol Paiffer e Camila Farani. Felipe Titto, Facundo Guerra e Alexandra Loras são os participantes especiais da temporada.

Ainda em plena pandemia, Caito quer usar o seu conhecimento e experiência em negócios para guiar empresários em tempos de crise: “Meu grande motivo de fazer o ‘Shark Tank’ é dar uma luz para as pessoas. Não existe prazer maior do que ser parado por uma mãe no shopping, dizendo que o filho dela, de 10 anos, quer tirar uma foto comigo. Se eu puder ajudar uma criança a pensar em seu futuro, então pra mim valeu a pena fazer o programa”.

A respeito do Shark Tank Brasil, o empresário declara: “Da repercussão do programa, o que eu mais gosto é o carinho do público. Ver o quanto a gente pode ajudar as pessoas, orientando-as na manutenção e na criação de novos negócios. Esse é o meu grande prazer”.

Duh Secco e Luiz Fábio Almeida
A coluna Curto-Circuito é assinada por Duh Secco e Luiz Fábio Almeida, editores-assistentes do RD1 e reúne, de terça a sábado, logo cedinho, o que é e vai virar notícia nas próximas horas envolvendo os movimentados bastidores da TV.
Veja mais ›