Ministério da Justiça reclassifica o Programa Silvio Santos e alega linguagem chula

Programa Silvio Santos
Programa Silvio Santos recebe nova classificação indicativa (Imagem: Reprodução / SBT)

O Ministério da Justiça alterou a classificação indicativa do Programa Silvio Santos. Há treze anos, a atração recebeu a classificação de “não recomendada para menores de dez anos”, mas isso mudou após uma portaria editada pela pasta.

A Coordenação de Política Indicativa mudou a classificação do programa para “não recomendado para menores de doze anos”. A advertência anterior estava em vigor desde 2008.

De acordo com as informações do jornal O Globo, a modificação da portaria foi feita depois que “foram constatadas tendências de ato violento (12 anos), agressão verbal (12 anos), estigma/preconceito (14 anos), linguagem chula (12 anos), linguagem de conteúdo sexual (12 anos), dentre outras, agravadas por frequência e relevância”.

Antes da decisão, o canal paulista foi notificado e o próprio pediu à Coordenação de Política Indicativa a devida alteração. Além da reclassificação, o Ministério da Justiça soltou outra recomendação: a exibição do Programa Silvio Santos “a partir das 20h quando exibida em TV aberta”.

Após 19 meses, o Programa Silvio Santos voltou com programas inéditos e com várias pérolas do seu apresentador. No programa, ele chamou o neto Tiago Abravanel de “burro” por um suposto erro de marketing.

Tudo começou por causa da roupa usada por ele para a gravação, um pijama da marca do herdeiro. “Essa roupa aqui, nos Estados Unidos e na Europa, as pessoas usam na rua, vão ao mercado. Aqui no Brasil não pode. E o meu neto foi burro, resolveu chamar isso aqui de pijama, Tijama [nome da marca]. Você pode até ser fardado, mas se disse que é um pijama, ninguém usa mais”, comentou.

O veterano ainda relembrou uma conversa que teve com o participante da Super Dança dos Famosos, da Globo, sobre o tema: “Falei para ele: ‘O que é Tijama?’. Se estivesse em outro país, iria em qualquer lugar”.

Mais uma

No ar após às 18h20, a novela Amores Verdadeiros, estrelada por Eiza González, Sebastián Rulli e Erika Buenfil foi reclassificada para não recomendada para menores de 14 anos.

O Ministério da Justiça entendeu que Amores Verdadeiros foi produzida com cenas de “violência, drogas lícitas e conteúdo sexual, com recomendação de exibição a partir das 21h”.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›