Nego do Borel é alvo de ação de despejo

Nego do Borel
Nego do Borel não pagou condomínio e outras taxas do imóvel em que mora (Imagem: Reprodução / Instagram) 

O funkeiro Nego do Borel se envolveu em uma verdadeira polêmica. Os proprietários de um imóvel comercial no Rio de Janeiro entraram na Justiça para tirar o cantor de posse do local o quanto antes.

O famoso teria ficado responsável por arcar com os pagamentos das taxas de seguro incêndio, seguro fiança, além do condomínio e IPTU do imóvel, mas não cumpriu com a combinado. As informações são da colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia.

De acordo com a publicação, no processo, os proprietários do imóvel alegam que Nego acumula uma dívida que envolve ainda o pagamento de aluguel e outros encargos. Eles chegaram a tentar resolver a situação de forma amigável antes de procurar a Justiça, mas não tiveram sucesso e o artista, inclusive, sequer teria demonstrado interesse.

Segundo a publicação, os proprietários, por sinal, preferiram não fazer uma audiência de conciliação, já que tem tentado buscar ressarcimentos dos prejuízos causados pelo famoso.

No processo consta que o valor do aluguel custa cerca de R$ 1475,98 e do condomínio é R$ 1,5 mil. A colunista revelou ainda que o seguro fiança seria no valor de R$ 206,49, enquanto o IPTU seria R$ 490. Os débitos que estão em aberto são referentes aos meses de março, abril e maio desde ano, rendendo R$ 12.175,54.

Outra polêmica com o nome do cantor deu o que falar nos últimos dias. Nego foi indiciado pelo crime de lesão corporal contra a sua ex-namorada e assessora de imprensa, que relatou o caso no começo do ano.

Em nota, a assessoria jurídica do famoso declarou que aguarda o Ministério Público se manifestar. “O cantor Nego do Borel, através de sua assessoria jurídica, comunica que está aguardando o Ministério Público se manifestar sobre o inquérito, que vem sendo noticiado na mídia ao logo dessa quarta-feira (21/7)”, afirmou a equipe do funkeiro.

O comunicado da assessoria do artista ainda completou: “Porém, informamos que nós recebemos este indiciamento com tranquilidade e que confiamos plenamente na sua inocência e consequentemente na Justiça”.

Segundo as investigações da Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM) de Jacarepaguá, a jovem foi vítima de diversas agressões cometidas pelo artista. Os dois mantiveram um namoro entre 2012 e 2015.

Ao jornal Extra, após a decisão da polícia, a ex-namorada de Nego comentou: “Ainda não posso dizer que estou aliviada, porque ser indiciado não quer dizer nada, até porque, é a minha palavra e a palavra de uma testemunha contra a dele, que insiste em negar, mesmo não sendo só uma ex-namorada dizendo que foi agredida e que ele tem esse comportamento agressivo”.

Por conta disso, Nego do Borel teme ter seu passaporte apreendido e não poder retornar aos Estados Unidos como planejava. O funkeiro voltou ao Brasil para comemorar o seu aniversário de 29 anos, completados no último dia 10 de julho.

A informação foi dada pelo jornal Extra, que informou ainda que o artista estava esse período no Brasil para tratar da locação da casa em que vivia no Rio de Janeiro.

Sua intenção era viajar o mais depressa possível de volta para o exterior, onde pretendia morar em definitivo. No momento, ele esta tenso, correndo contra o tempo, com medo de não poder voltar”, comentou uma fonte ligada ao artista.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›