Negra Li comenta nova fase: “Saí do armário da sexualidade”

Negra Li
Negra Li soltou o verbo e falou abertamente sobre sua sexualidade (Imagem: Reprodução / Instagram)

Capa da ELA neste fim de semana, Negra Li abriu o jogo ao falar sobre sexualidade. À reportagem, a cantora revelou que decidiu “sair do armário” quando o assunto é sexo,

Tenho descoberto uns brinquedinhos, e isso tem me ajudado a ficar mais calma“, contou ela, confessando que tem usado um vibrador conhecido como sugador de clitóris, o que a fez ficar menos ansiosa para encontrar outro parceiro:

“Até me aventurei depois da separação, mas não gosto de sair com muitas pessoas. Sou seletiva. Cuido muito desse corpinho e dessa mente, acho que merecem alguém bacana”.

Negra Li afirmou ainda que tem recebido diversas mensagens de apoio desde que passou a falar abertamente sobre masturbação em suas redes sociais. “Sinto muito orgulho disso. Quero que todas as mulheres sejam assim e se descubram cedo, como já acontece com os homens. Conosco é aquela coisa: ‘Não toca aí! É feio!’“, explicou, contando também que começou a fazer um curso de pompoarismo:

“É muito legal, e já usei o benefício de saber segurar e soltar só na hora que quero”.

Solteira desde setembro do ano passado, após mais de 10 anos de casamento com o cantor Júnior Dread, a artista falou recentemente como foi se redescobrir sexual depois de tantos anos de união com a mesma pessoa.

No Instagram, durante o quadro Uma Só Tacinha, em que a cantora toma uma taça de vinho e conversa com os seguidores, ela falou sobre o assunto.

Na legenda, a famosa disse: “Que tal a gente conhecer cada vez mais o nosso corpo? É muito importante saber do que gostamos e não gostamos e identificar aonde exatamente sentimos prazer. Conhecer a nossa sexualidade é muito valioso e não fomos ensinadas a fazer isso. Por isso, o assunto desse episódio é sexo. E aí, vamos aprender juntas? Pega sua tacinha e vem porque eu já estou esperando por vocês”.

No início do vídeo, Negra Li, que estava animada, contou: “Preciso falar com vocês sobre isso, sobre como me redescobri, me transformei, encontrei minha sexualidade, meu prazer. Antes eu achava que sexo era a dois, precisava de mais alguém. Quando em separei, já não tinha mais toda vez eu queria. Fiquei 14 anos com alguém e me deparei sozinha. Aí fiz 40 anos e virei uma loba”.

Ao falar sobre masturbação, a cantora pontuou: “Fui criada por pais evangélicos e, pra mim, essa coisa de se tocar, falar sobre sexo, era um tabu. Quando descobri como é bom a gente conhecer nosso corpo, nosso prazer, o que a gente gosta… Uma das melhores experiências da minha vida foi fazer amor comigo mesma”.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›