Nelson Piquet é massacrado por Hamilton, Fórmula 1 e fãs após fala racista

Nelson Piquet
Nelson Piquet é detonado por Lewis Hamilton após fala racista (Imagem: Reprodução – Band / Montagem – RD1)

Nelson Piquet se tornou o principal alvo do mundo da Fórmula 1 na manhã desta terça-feira (28). O ex-piloto foi condenado por equipes como Mercedes e Ferrari, pela própria Fórmula 1 e pela FIA por sua fala racista contra Lewis Hamilton.

publicidade

No ano passado, em entrevista ao canal Motorsport Talk, no YouTube, Piquet repercutiu um dos principais duelos entre Max Verstappen e Hamilton.

No GP de Silverstone do mesmo ano, após seis curvas de briga intensa, os pilotos se encontraram na pista e provocou um acidente fortíssimo do holandês.

publicidade

Veja Também

O britânico foi punido, mas ainda assim venceu a corrida. Piquet usou uma palavra de cunho racista na conversa:

“O neguinho [Lewis Hamilton] meteu o carro e não deixou [desviar]. O Senna não fez isso. O Senna saiu reto. O neguinho meteu o carro e não deixou [Verstappen desviar]. O neguinho deixou o carro porque não tinha como passar dois carros naquela curva. Ele fez de sacanagem. A sorte dele foi que só o outro [Verstappen] se fodeu. Fez uma puta sacanagem”.

Hamilton confronta Nelson Piquet em rede social

A fala dita em novembro do ano passado ganhou a atenção de todos apenas agora. Por meio da sua conta no Twitter, Hamilton reagiu em português: “Vamos focar em mudar a mentalidade”.

“É mais do que linguagem. Essas mentalidades arcaicas precisam mudar e não têm lugar no nosso esporte. Fui cercado por essas atitudes e alvo de minha vida toda. Houve muito tempo para aprender. Chegou a hora da ação”, defendeu.

publicidade

Em nota, a Fórmula 1 informou: “Falas discriminatória e racista são inaceitáveis e não podem ter espaço na sociedade. Lewis é um incrível embaixador do nosso esporte e merece respeito. O esforço incansável dele para aumentar a diversidade e a inclusão é uma lição para muito e algo com que estamos comprometidos”.

“Condenamos veementemente qualquer uso de falas racistas e discriminatórias. Lewis tem liderado os esforços para combater o racismo no nosso esporte e é um verdadeiro campeão de diversidade dentro e fora das pistas. Juntos, compartilhamos o desejo de um esporte diverso e inclusivo e esse incidente ressalta a importância fundamental de continuarmos nos esforçando para um futuro melhor”, expôs a Mercedes. A Ferrari concordou com a equipe adversária.

Confira a repercussão na web:

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui
Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.