Netflix abre o bolso e fecha com ex-executiva da Sony para produzir novelas

Netflix
De olho no público da Globo, Netflix quer produzir novelas no Brasil (Imagem: Reprodução / Netflix)

Investindo pesado no público do Brasil, a Netflix contratou Elisabetta Zenatti para ser a nova chefe de conteúdo no país. Foi ela a responsável pela criação, ao lado de Tatá Werneck, do Lady Night, exibido no Multishow. O trabalho dela no serviço de streaming será o lançamento de novelas.

Elisabetta nasceu em Milão, na Itália, e foi para o Brasil em 1998. Ela fundou a Floresta Produções, uma joint venture com a Sony Pictures Television. As informações são do Notícias da TV.

Com passagens pela Band e Globo, ela adaptou para o Brasil realities como o De Férias com o Ex, Top Chef, Soltos em Floripa e Made in Japão.

Em entrevista ao UOL, Francisco Ramos, vice-presidente de Conteúdo da Netflix na América Latina, rasgou elogios para a executiva, nomeada em 2020 como uma das 50 mulheres mais influentes do entretenimento do mundo.

“Eu já a conhecia por seu trabalho e reputação, já conversávamos desde novembro. Eu me impressionei com seu bom gosto, seu entendimento do mercado. As pessoas e os criadores vão poder falar com executivos do Brasil, em português, alguém que os entenda de verdade”, disse.

Segundo ele, o impacto da pandemia estreitou os laços com criadores brasileiros. Ele citou Maldivas, série com Bruna Marquezine e Manu Gavassi que teve suas gravações paralisadas por causa do avanço do coronavírus.

“Passei muito tempo no Brasil no ano passado e posso dizer que nunca conheci um grupo tão diverso de criadores. O público se verá na tela. Continuar gerando empregos nesse momento é muito importante, enriquecer a cultura”, declarou.

Sobre novelas inéditas no catálogo da Netflix, Francisco não deu uma data certa para a chegada das produções. “Estou começando a encontrar produtores, escritores e diretores para acertar detalhes sobre isso. Acho que, em poucos meses, poderei te contar sobre nossa primeira novela”, prometeu.

Em ajuda ao audiovisual no Brasil, a Netflix fez uma doação de R$ 3 milhões a trabalhadores do audiovisual brasileiro que estão passando por necessidades. O serviço de streaming fez algo semelhante em 2020, no início da pandemia, quando doou R$ 5 milhões para o setor.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›