No Limite: Ariadna palpita motivo da própria eliminação e aponta favorita ao prêmio

No Limite
Ariadna palpita motivo da própria eliminação e aponta favorita ao prêmio do No Limite (Imagem: Divulgação / Globo)

A equipe Carcará perdeu pela primeira vez a Prova da Imunidade e por unanimidade eliminou Ariadna Arantes da luta pelo prêmio de R$ 1,5 milhão. A ex-BBB foi entrevistada no Encontro com Fátima Bernardes, refletiu sobre a própria saída e apontou sua favorita de No Limite.

Saiba tudo sobre No Limite na cobertura do RD1

Logo de cara, a carioca julgou que sua equipe acabou pecando na hora de escolher quem deixar de fora das provas, já que eles tinham membros a mais no time:

Acho que faltou uma avaliação das provas para saber quais participantes se sairiam melhor. Os homens intitulando-se os mais fortes e deixando a prova da imunidade no início enquanto mulheres raçudas ficaram de fora. Paula é uma delas”.

Ariadna apontou Paula Amorim como possível vencedora e também listou com quem consegue ter amizade: “Eu queria ser a Paula, é minha meta de vida. Paula é a minha aposta para levar o prêmio. Chumbo é um grande parceiro, um irmão que a vida me deu, e o Gui é muito acolhedor”.

Embora sua tribo tenha perdido, a ex-participante conseguiu aguentar até onde deu e comentou a própria resistência física: “Apesar das minhas limitações, eu não queria prejudicar o grupo, segurei o saco de cinco quilos até onde aguentei”.

Por fim, Ariadna Arantes listou os momentos mais tensos para ela nessas três rodadas e voltou a comentar a rivalidade que surgiu com Iris Stefanelli:

Os dois momentos mais complicados para mim no reality foram a primeira prova, a da duna, em que rolei, fiquei mal mesmo, achei que estivesse infartando, e a tempestade que enfrentamos, que foi desesperadora. Íris fala demais, estressa muito o grupo com a negatividade, mas estou aberta a conversar com ela”.

Mahmoud Baydoun foi o primeiro eliminado depois de uma votação acirrada contra André Martinelli. Na segunda rodada, quem deixou a competição foi Angélica Ramos, num empate com Gleici Damasceno, que precisou até de um segundo conselho.

Matheus Henrique MenezesMatheus Henrique Menezes
Oficialmente redator desde 2017. Experiências como editor e social media. Já escrevi sobre famosos, TV, novelas, música, reality show, política e pauta LGBTI+. Vídeos complementares no YouTube, no canal Benzatheus.
Veja mais ›