Elenco do seriado “Chaves” (Imagem: Divulgação / Televisa)

A coluna de hoje se rende a um clássico, o seriado “Chaves”, curinga do SBT e presente na grade do Multishow atualmente. A série teve sua primeira exibição no dia 20 de junho de 1971, no México, portanto, há 47 anos.

A seguir, mergulharemos no universo da obra de Roberto Gómez Bolaños e traremos curiosidades sobre o título e seus personagens, como Chaves, Quico, Chiquinha, Nhonho, Seu Madruga, Dona Florinda, Professor Girafales, Senhor Barriga, Bruxa do…, digo, digo, Dona Clotilde, entre outros.

1 – O verdadeiro nome do Chaves nunca foi revelado. Há boatos, no entanto, que o real nome seria inspirado em um ator italiano. Segundo essa teoria, o nome do menino seria Rodolfo Pietro Filiberto Raffaello Guglielmi, porém, de acordo com o Fórum Chaves, esta informação não procede. Veja a seguir a falsa teoria.

2 – Há quem diga que o seriado “Chaves” estreou no SBT dentro do programa do palhaço Bozo, exibido em 1984 e contando com mais de 70 episódios comprados da Televisa, mas há quem defenda que o seriado estreou dentro da “TV Powww”, apresentado por Paulo Barbosa. Essa informação, por sinal, seria a mais correta. O canal de Silvio Santos adquiriu outros episódios em 1988, 1990 e 1992.

3 – Personagens misteriosos deram as caras, mas sumiram sem maiores explicações. Um deles foi Iara, que falou somente sete palavras e nunca mais voltou para fazer qualquer figuração. Elizabeth, porém, apareceu no episódio “O Festival da Burrice” (1974). Iara, por sua vez, participou da escolinha, enquanto os alunos faziam uma prova de desenho. Neste episódio, “Uma Aula de História”, Chiquinha pede para fazer “uma observação”. Relembre!

Escolinha do Professor Girafales (Imagem: Reprodução)

4 – Além da misteriosa Iara, outras personagens participaram da escolinha, porém, sem ter seus nomes revelados. Há seis personagens que nunca foram chamados pelo Professor Girafales. Três deles, eram conhecidos somente por nome. São eles: Higino, Elisabete e Verônica.

Chaves e Professor Girafales (Imagem: Reprodução / SBT)

5 – Rubén Aguirre, o Professor Girafales, tinha 1,95 m.

6 – Durante as dublagens das cenas que aconteciam dentro da escolinha do Professor Girafales, a produção de dublagem teve que alterar a história do México pela do Brasil. Porém, há um episódio em que eles contam a história do México.

Seu Madruga (Imagem: Reprodução / Televisa)

7 – Dona Neves, avó de Chiquinha, apareceu como uma personagem esporádica, com a saída de Seu Madruga, em 1979. Com a morte de Madruga em 1988, quem assumiu o espaço deixado por Madruga foi o carteiro Jaiminho.

8 – Com a morte de Valdés, em agosto de 1988, muitos acompanharam o enterro. E, segundo Edgar Vivar (Sr. Barriga), todos aplaudiram de pé ao fim do sepultamento.

Don Ramon e Angelines (Imagem: Reprodução)

9 – Em “Vamos ao Cinema?” (1979), episódio em que a vizinhança vai ao cinema e Chaves solta a célebre frase: “Teria sido melhor ir ver o filme do Pelé”, pode-se ver um microfone suspenso no ar. Basta observar no canto superior direito da tela. Neste mesmo episódio, o número da casa de Dona Florinda (Florinda Meza) é 24, e não mais o 14. De acordo com o Fórum Chaves, a mudança foi um erro do programa, mas consertado no episódio seguinte.

10 – Em “Os Insetos do Chaves” (1975), em que Chaves quebra a lâmpada do pátio várias vezes, a casa de Dona Florinda tem o número 42. Nos episódios “O Dia de São Valentim” e “O Dia dos Namorados”, ambos de 1979, o número é 24.

11 – Esses episódios aconteceram logo após a saída de Carlos Villagrán do seriado para estrelar seu próprio programa, “Frederrico”, na Venezuela, aproveitando o sucesso de Quico cujo verdadeiro nome, na série, era Frederico.

Brasílias (Imagem: Montagem / RD1)

12 – Sr. Barriga tinha uma brasília amarela como carro. Ela aparece no episódio em que Seu Madruga conserta o veículo, “Seu Madruga Mecânico” (1975), e quando Chaves lava o carro em “Lavando o Carro do Sr. Barriga” (1975). Já em “A venda da Vila” (1976), a brasília de Barriga é branca. Isso mostra presença do Brasil no seriado, afinal, o carro foi o primeiro da Volkswagen com design feito em território brasileiro.

A suástica no mudo (Imagem: Reprodução / SBT)

13 – Em “O Futebol Americano” (1976), em que o Seu Madruga e o Professor Girafales ensinam futebol americano às crianças, existe uma suástica desenhada na parede do terreno baldio. O símbolo emblemático fez parte do nazismo de Adolf Hitler.

Pópis (Imagem: Reprodução / SBT)

14 – Quando Chespirito introduziu a Pópis no seriado, deu-lhe uma voz fanhosa. Porém, dias depois, um senhor falou a Chespirito que não assistiria mais o programa porque seu filho tinha tal problema e os colegas caçoavam dele na escola. Bolaños retirou a personagem do seriado, mas, um ano depois, Pópis retornou com voz normal.

Chaves (Imagem: Divulgação / Televisa)

15 – Por que Chaves? Na gíria mexicana, Chavo tem o significado de garoto, menino na idade de travessuras. O “Chavo” do seriado vivia dentro de um barril, na vila. O Chaves nasceu por conta da semelhança entre o movimento labial. Tanto Chaves quanto Chavo são palavras semelhantes e, em português, foi escolhido esse nome para o menino do oito. Originalmente, o nome do programa é “El Chavo del Ocho”, que traduzindo seria algo como “O Garoto do Oito”.

Jaiminho (Imagem: Reprodução / Montagem)

16 – Tangamandapio, onde o carteiro Jaiminho nasceu existe realmente. Mas não se trata de uma cidade e sim um município autônomo do México. Jaiminho entrou na série para suprir a ausência de Seu Madruga, em 1979. Em 1980, o velhinho deixou a série, mas retornou como morador da vila, em 1982. O nome completo do carteiro é Jaime Garabito. Em 2012, uma estátua foi inaugurada na localidade em homenagem à personagem que vivia querendo evitar a fadiga.

Seu Barriga cobrando aluguel do Seu Madruga (Imagem: Reprodução / YouTube)

17 – O Sr. Barriga tem um endereço peculiar. Mora na Rua Baleia, esquina com a Rua Cachalote, na vila dos Elefantes.

A Bruxa do… Dona Clotilde (Imagem: Reprodução / YouTube)

18 – Maria de Los Angeles Fernández Abad, ou somente Angelines Fernandez, que dava vida à Bruxa do 71 faleceu em 1994, coincidentemente, aos 71 anos de idade, com câncer no pulmão resultado de anos de fumo.

19 – O ator Edgar Vivar, intérprete do Sr. Barriga e Nhonho (foi Vivar quem criou Nhonho), foi médico antes de entra para “Chaves”.

Roberto Bolaños e Florinda Meza (Imagem: Reprodução)

20 – Em 1978, Roberto Bolaños e Florinda Meza começam a namorar após uma viagem ao Chile. Depois disso, casaram-se em 19 de novembro de 2004, no México, após mais de 25 anos de união não-oficial. Dizem que por conta do namoro que Meza teve com Villagrán, Bolaños afastou-se do colega de seriado.

21 – Há uma teoria que fala sobre Quico ter ofuscado Chaves e, por isso, ter sido retirado da série por ciúmes do criador da mesma. Outra conta de que um pedido exorbitante de salário causou a saída de Villagrán. Na verdade, conforme nos procurou o Fórum Chaves, “o Kiko saiu porque não aceitou ter a supervisão de Chespirito em um programa próprio na Televisa. E, também, pra fazer trabalhos solo”.

22 – Em razão de uma briga judicial pelos direitos da personagem Chiquinha, Roberto Gómez não pode usar a imagem da menina em nada. Por conta disso, a personagem não entrou no seriado animado. Maria Antonieta de Las Nieves adquiriu os direitos da personagem após Bolaños esquecer de renová-los, em 1995. Um ano antes, Maria Antonieta estrelou a série “Aquí está la Chillindrina”, com 20 episódios, que se passava em um convento. Isso foi motivo que gerou tal briga judicial entre eles.

Chiquinha (Imagem: Reprodução / YouTube)

23 – Quico veste um terninho de marinheiro em homenagem ao pai, comandante da Marinha que fora engolido por uma baleia. O pai do bochechudo se chamava Mátalas Callando, e o nome completo da personagem Dona Florinda é Florinda Corcuera y Villalpando. Nesse sentido, especula-se que o nome verdadeiro de Quico seja Federico Mátalas Corcuera, ou Federico Bardón de la Regueira.

Programa Frederrico, estrelado por Kiko, na Venezuela (Imagem: Reprodução / YouTube)

24 – Carlos Villagrán foi apresentado a Bolaños por Ruben Aguirre. Aguirre e Villagrán eram amigos e, assim que Quico deixou a atração, Rubén ficou muito magoado com Roberto. A saída de Villagrán foi por questões jurídicas com Bolaños sobre os direitos do personagem Quico, mesmo caso de Maria Antonieta com Chiquinha. Para não ser processado, Carlos mudou as letras do nome do personagem, criando o Kiko.

“Vamos ao Cinema?” (1979) (Imagem: Divulgação)

25 – “Teria sido melhor ir ver o filme do Pelé” foi uma adaptação brasileira para a frase original, de “Teria sido melhor ver o filme El Chanfle” (“Hubiera sido mejor haber ido a ver la Película El Chanfle”), filme que teve atuação de Bolaños. No entanto, a fala de Chaves é verdadeira e o filme do jogador não existia à época, segundo o Fórum Chaves.

26 – Há teorias que, conforme o Fórum Chaves, não são verdadeiras em relação ao filme do jogador brasileiro. No entanto, vale destacar os longas: “Os Trombadinhas” (1979) tinha Pelé atuando como ele mesmo. Há outro filme, de 1981, chamado “Fuga para a Vitória” que traz soldados dentro de um campo de concentração nazista e que armam uma partida de futebol para fugirem do local. Não se sabe exatamente qual dos dois é a referência do Chaves, exatamente, mas se especula que seja este segundo.

Seu Madruga vendendo churros (Imagem: Reprodução / YouTube)

27 – Embora tratado como “vagabundo” e “preguiçoso”, Seu Madruga já foi vendedor de churros, coisas velhas e balões, sapateiro, cabeleireiro, fotógrafo, mecânico, pintor, leiteiro e carpinteiro entre outras profissões.

Chavo del ocho (Imagem: Reprodução/ Cartoon Network)

28 – O seriado levou o nome, no México, de “El Chavo del Ocho” porque o canal em que era exibido era o 8. Tempos depois, com a mudança do canal 8 para o canal 2, justificou-se o nome da série como o número da casa em que Chaves morava, ou seja, o menino não morava no barril, mas sua casa nunca teve a porta sequer mostrada.

Edgar Vivar em entrevista a Danilo Gentili (Imagem: Divulgação / SBT)

29 – Em entrevista ao programa “The Noite”, de Danilo Gentili, Edgar Vivar contou quais foram as últimas palavras ditas a ele por Ramón Valdés (Seu Madruga) antes de morrer: “Viu? Não paguei o aluguel!”.

“Chaves Episódios Perdidos” (Imagem: Reprodução / SBT)

30 – “Chaves” teve 53 episódios “perdidos” dos arquivos do SBT em 1992. Há boatos de que o canal readquiriu os episódios e os redublou, mas a emissora nega. Para diferencias tais capítulos dos demais, o canal de Silvio Santos colocou um selo com a siga “EP”, marcando-os como “Episódios Perdidos” apenas 9 episódios, conforme explica o Fórum Chaves. Atualmente, o selo “EP” não é mais usado pela emissora nos episódios do seriado. “Nenhum episódio foi extraviado dos arquivos. O SBT simplesmente deixou de exibir muitos episódios por serem semelhantes a outros no ar. O “EP” foi usado em 2011 para a exibição de 9 episódios perdidos, apenas. E não usam mais esse selo hoje”, disse-nos o fórum especializado em Chaves e Chapolin.

Seu Madruga e Chaves (Imagem: Divulgação)

31 – O bordão usado pelo Seu Madruga, “Só não te dou outra porque…”, era dito por Ramon Valdés normalmente. Don Ramón utilizava suas próprias roupas para gravar o seriado. Já a vovozinha de Seu Madruga, que Chaves tanto perguntava, não se tem maiores detalhes. Seria a Dona Neves, bisavó de Chiquinha e, portanto, avó de Seu Madruga? Eles, inclusive, apareceram juntos em um único episódio exibido no Brasil: “O Despejo do Seu Madruga”, em que relembram casos em um álbum de fotografia e Seu Madruga chama Dona Neves de vovó.

Seleção Brasileira comemora com “choro” do Quico gol contra o México (Imagem: Reprodução / Montagem)

32 – Durante a Copa do Mundo na Rússia, em 2018, a Seleção Brasileira eliminou o México nas oitavas de final por 2 a 0. Para comemorar, os jogadores do Brasil fizeram um em menção ao jogo Counter Strike, mas ficou igual ao Quico chorando.

_____________________________________________

Reuber Diirr é jornalista formado pela Universidade Federal do Espírito Santo com especialidade no entretenimento de TV. Atuante em sites sobre Televisão, Reuber já passou por emissoras como a Record News Espírito Santo e a TV Gazeta, afiliada da Globo no ES. Curioso e ligado em assuntos nostálgicos, Reuber trará temáticas que relembrarão os meandros da televisão brasileira na coluna “TV Nostalgia”, publicada aos domingos no RD1. Siga-o no Twitter, Instagram, Facebook, Snapchat e YouTube em @reuberdiirr.

_____________________________________________

Saiba Mais:

Chapolin Colorado: desastrado ou anti-herói? Descubra algumas curiosidades do seriado mexicano

Relembre 10 programas infantis que marcaram os anos 1980 e 1990 na TV brasileira

Confira 20 bordões que deram o que falar nas novelas brasileiras

Veja 14 personagens que saíram dos desenhos para a vida real

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Está opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!