Pela primeira vez, diretor do Domingão com Huck fala sobre novo desafio

Domingão com Huck
Hélio Vargas, diretor do Domingão com Huck, ao lado de Luciano Huck (Imagem: João Miguel Junior / Globo)

Hélio Vargas, ao lado de Luciano Huck desde 2013 com o Caldeirão e agora com o Domingão com Huck, contou em detalhes o seu trabalho à frente do novo projeto da Globo aos domingos. O diretor do programa ainda falou sobre a expectativa para a estreia.

“Creio que o maior desafio será produzir um programa que consiga transferir a personalidade e as principais características do Luciano como apresentador, que foram desenvolvidas nos últimos 21 anos aos sábados, para os finais de tarde dos domingos”, explicou em entrevista ao jornal O Globo.

“Isso com alguns ingredientes que já fazem parte desse universo de audiência. Todo o conceito de criação dos conteúdos foi pensado para isso, e estamos confiantes com os resultados até agora. Mas, a partir deste domingo, quem vai julgar isso é o espectador”, salientou.

Hélio falou sobre a logística do Domingão com Huck, que será gravado tanto em São Paulo quanto no Rio de Janeiro: “Mas também teremos quadros gravados nos estúdios em São Paulo e externas pelo Brasil e em outros países – adianta ele, acrescentando que a plateia, num primeiro momento, será híbrida. Vamos ter pessoas em casa e nos estúdios, ainda devido aos protocolos sanitários”.

Sobre a presença das bailarinas no palco, como era com Fausto Silva, o profissional descartou a presença contínua. “No Domingão com Huck, teremos muitos musicais e muitas atrações com dança e podemos, sim, contar com bailarinos e bailarinas, sempre que artisticamente fizerem parte do conceito da atração”, descreveu.

Vargas surpreendeu com um detalhe sobre o novo programa. O formato de 2021 não será o mesmo de 2022: “Estamos ainda em fase de desenvolvimento do Domingão para 2022”.

Competindo com Eliana, do SBT, e Rodrigo Faro, da Record, o diretor de Luciano Huck falou sobre o novo desafio:

“Minha visão sobre o telespectador atual é de que ele está sempre procurando por novidades, mas ao mesmo tempo tem suas preferências clássicas. Temos comportamentos diferentes nas casas desse mesmo público aos sábados e domingos. Portanto, sua disponibilidade para consumir TV e outras plataformas nesses dias também é diferente. Manter por mais tempo o telespectador assistindo ao meu programa é tão ou mais importante do que simplesmente chamá-lo para assistir. Estamos produzindo conteúdos para agradar a todas as faixas etárias. Minha experiência me diz que não tem jogo ganho aos domingos na TV aberta. Cada domingo é uma final de campeonato”.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›