Personagem folclórico da política, Levy Fidelix morre aos 69 anos vítima de Covid

Levy Fidelix
Político morreu na noite da sexta-feira (23) (Imagem: Reprodução / Instagram)

O político Levy Fidelix morreu na noite desta sexta-feira (23). O PRTB (Partido Renovador Trabalhista Brasileiro), o qual ele fundou e era presidente, foi quem confirmou a notícia através do Twitter.

“Comunicado de Falecimento. É com profunda dor e pesar que o PRTB, por sua diretoria, comunica o falecimento do nosso Líder, Fundador e Presidente Nacional Levy Fidelix, ocorrida nesta data na cidade de São Paulo. Descanse em paz homem do Aerotrem!”, diz a nota.

Apesar de não ter citado a causa da morte, a jornalista Sandra Teresa, amiga próxima de Levy, informou que ele faleceu por conta do coronavírus:

Com tristeza, informo o falecimento de um pioneiro do conservadorismo no Brasil, Levy Fidelix por COVID-19. O óbito foi confirmado às 20 horas desta sexta-feira (23). Que o Espírito Santo console a família. Meu marido, o jornalista Oswaldo Eustáquio foi um grande amigo de Levy“, escreveu ela.

Levy, que estava internado desde março em um hospital de São Paulo, deixa a mulher, Aldinea Rodrigues Cruz, e uma filha, Lívia Fidelix.

O político chegou a tentar se candidatar à presidência em 2018, mas desistiu para apoiar Jair Bolsonaro e conseguiu tornar Hamilton Mourão, também do PRTB, como vice na chapa.

Antes de entrar para a carreira política – em 1986, quando se candidatou a deputado federal por São Paulo e, posteriormente como deputado federal, ambos sem sucesso -, Levy trabalhou em jornais como Correio da Manhã e Última Hora.

Ele ainda fundou as revistas Governo e Empresa e O Poder e comandou um programa de TV em 1980, onde entrevistava especialistas em tecnologia e políticos.

Já na carreira pública, Levy foi assessor de comunicação na campanha de Fernando Collor de Mello, entre 1989 e 1990. Depois disso, em 1996, ele se candidatou à prefeitura de São Paulo e tentou ser governador em 1998.

Em 2020, Fidelix voltou à corrida para a prefeitura de São Paulo. Ele ainda buscou a vaga de vereador, em 2004, deputado federal, em 2006, e a prefeito em 2008. Levy também tentou ser presidente em 2010, apoiando Dilma Rousseff no segundo turno, e em 2014, mostrando apoio a Aécio Neves.

Guinho SantosGuinho Santos
Guinho Santos é formado em Jornalismo e escreve sobre o universo das celebridades há dez anos. Reality show, bastidores da TV e novelas também são seus pontos fortes. Além disso, possui experiência como Social Media e apresentador. Seu canal na web é através do Instagram @guinhosantos__.
Veja mais ›