Próximo do fim, Zorra vai mal na audiência

Zorra
Fernando Caruso e Renata Sorrah em esquete do Zorra; humorístico se aproxima do fim com audiência aquém das expectativas (Imagem: Reprodução / Globo)

A Globo tem como certa a extinção do Zorra, após mais de 20 anos de história – considerando a fase ‘Total’. Em meio ao processo de encerramento, com dispensa de nomes do elenco e profissionais de bastidores, o humorístico acumula baixos índices de audiência. No último sábado (7), por exemplo, a atração passou longe dos áureos tempos em que se aproximava dos 20 pontos.

Dados referentes a Grande São Paulo atestam que o Zorra alcançou apenas 13,4 de média. É preciso considerar, porém, que o dia foi atípico, com uma queda considerável no número de televisores ligados (share); reflexo, talvez, das altas temperaturas em todo o estado. O programa veio após os 23,9 pontos de A Força do Querer (2017), segundo pior número da novela em edição especial às 21h.

O episódio do Zorra, aliás, trouxe uma cena que movimentou a web: Renata Sorrah interagindo com Gilmar (Fernando Caruso), reivindicado os diretos pelo meme Nazaré Confusa, derivado de sua personagem em Senhora do Destino (2004).

Logo após, o Altas Horas com Serginho Groisman amealhou 9,9 de média. A madrugada de sábado para domingo (8) trouxe Luna – Em Busca da Verdade (2017) no Supercine, anotando 7,5 pontos. Também O Virgem de 40 Anos (2005) e O Homem Bicentenário (1999), ambos no Corujão, atingindo 5,3 e 4,2 de média, respectivamente.

Mais cedo, 4,5 do Como Será, de Sandra Annenberg, e 6,7 para É de Casa com Ana Furtado, André Marques e Patrícia Poeta – com direito a depoimento desta última sobre Tom Veiga, o Louro José, falecido no último dia 1°. O SP1, ancorado por Fábio Turci, bateu 9,7. Logo depois, 11,5 do Globo Esporte, então com Caio Maciel, e 12,1 para o Jornal Hoje, a cargo de Rodrigo Bocardi, com o resultado das eleições no EUA.

A vitória de Joe Biden foi destaque no Jornal Nacional, com Flávio Fachel e Mônica Teixeira. Foram 26 pontos para o noticiário; antes 21,4 do SP1, também com Turci. Ainda, 9,4 para Toma Lá, Dá Cá (2007) na Sessão Comédia 8,9 do Simples Assim de Angélica e 13,9 para o Caldeirão do Huck.

CONTINUE LENDO →
Duh Secco

Duh Secco é  “telemaníaco” desde criancinha. Em 2014, criou o blog “Vivo no Viva”, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com