Rachel Sheherazade se revolta com morte de João Pedro, mas é censurada pelo SBT

Rachel Sheherazade
Rachel Sheherazade desabafa ao vivo no SBT (Imagem: Reprodução / SBT)

Rachel Sheherazade contrariou mais uma vez a ordem de Silvio Santos pelo fim dos comentários dos jornalistas na bancada do SBT Brasil. O patrão já avisou sua subordinada que seu papel era de apresentadora e não comentarista. Na última quarta-feira (20), a famosa quebrou o protocolo quando opinou sobre a morte do jovem João Pedro.

O principal telejornal da emissora repercutiu a morte de João Pedro, de 14 anos, que foi assassinado durante uma operação policial em Itaoca, em São Gonçalo, no Rio de Janeiro. O menino estava na casa brincando com dois primos quando foi alvejado.

Na casa onde João foi atingido por uma bala de fuzil, 72 marcas de tiros foram contabilizadas pelos cômodos. A contagem, segundo o jornal Extra, foi contabilizada por líderes comunitários da região. A matéria do SBT Brasil repercutiu um áudio que reforçou a tese de abuso policial durante operação.

Após a fala de um especialista em segurança, que apontou erros da Polícia, Rachel desabafou. “Foi erro ou foi crime?”, questionou. A matéria entrou no canal do SBT Jornalismo no YouTube, mas a emissora censurou a opinião da jornalista.

Mesmo com a mordaça invisível imposta por Silvio, Sheherazade já manifestou suas opiniões sobre determinados assuntos, seja verbalmente, como foi o caso de ontem, ou por suas caras e bocas a cada reportagem.

Confira:

 

Ver essa foto no Instagram

 

“Foi erro ou foi crime?”

Uma publicação compartilhada por Virei Jornalista (@vireijornalista) em

Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter e escreve semanalmente para a coluna Você Sabia?. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.

WordPress Lightbox