Record toma medida inédita no combate ao avanço do coronavírus

Record
Record contrata empresa para desinfectar sede do coronavírus (Imagem: Divulgação / Record)

A Record definiu mais uma medida para reduzir os riscos do avanço da pandemia do novo coronavírus, através das suas instalações. A atitude, entretanto, tem chamado a atenção pelo ineditismo entre as TVs até agora.

De acordo com a coluna de Ricardo Feltrin, do UOL, a emissora contratou uma empresa para fazer uma esterilização e desinfecção das áreas consideradas mais críticas.

O entendimento do canal é que, por contar com uma programação ao vivo por mais de 15 horas, e com alto fluxo se profissionais pelas suas dependências, há necessidade de minimizar os riscos para as equipes que ainda estão trabalhando na estação.

O trabalho de desinfecção inclui “consulta”, “diagnóstico” e “combate” e conta com uma limpeza pesada na qual será purificado até os menores e mais improváveis lugares.

Segundo a publicação, o canal do bispo Edir Macedo fechou um contrato sigiloso, que não é permitido nem a divulgação do nome da empresa responsável pela limpeza.

Todos os produtos utilizados na desinfecção, que teve a sua primeira rodada no último dia 25, são certificados pela Anvisa e não possuem a chamada “toxicidade crônica”.

Estima-se que pelo menos 13 dependências da Record farão parte deste mutirão contra o coronavírus. A companhia não descarta, caso necessário, que a ação seja repetida nas próximas semanas e meses.

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.

WordPress Lightbox