Regina Duarte é condenada a se retratar após ataque a Marisa Letícia

Regina Duarte
Regina Duarte é condenada em decisão judicial (Imagem: Reprodução / Globo)

O Tribunal de Justiça do DF condenou a atriz Regina Duarte a publicar em seu Instagram uma nota de retratação após ter compartilhado uma fake news sobre as contas da ex-primeira dama Marisa Letícia Lula da Silva.

A ex-secretária Especial de Cultura do Governo Bolsonaro afirmou que foram encontrados R$ 256 milhões nas contas da ex-esposa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Os dados foram desmentidos e o verdadeiro valor foi exposto: R$ 26 mil.

A quantia errada foi divulgada após um juiz ter confundido o valor que dona Marisa tinha aplixado em CDBs com debêntures de outra natureza. Ele questionou a defesa, mas antes da manifestação, os perfis bolsonaristas divulgaram o valor errado.

Na Justiça, a ex-contratada da Globo afirmou que “os supostos esclarecimentos acerca dos CDBs foram protocolizados em juízo em 15.04.2020, ou seja, muito depois da publicação do post, em 11.04.2020”, e completou: “Nesse cenário, tratou-se de uma crítica e um pedido de esclarecimento de cunho político”.

Para a defesa dos familiares de Lula, Regina foi “leviana” quando publicou a informação sem qualquer “averiguação” ou “ouvir” o ex-presidente Lula ou seus familiares sobre o assunto em questão.

Segundo informações da jornalista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, o juiz Manuel Eduardo Pedroso Barros entendeu que Regina Duarte disseminou fake news sobre o patrimônio de Marisa Letícia após ter sido “induzida a erro justificável”.

Ele ressaltou que “a ré é artista pública, conhecida nacional e internacionalmente, e, à época dos fatos, ainda exercia relevante função na Secretaria de Cultura”, constatou.

“A publicação de sentença reconhecendo que a informação anterior foi um erro é forma de minorar a repercussão negativa outrora impingida à família do ex-presidente Lula”, continuou o magistrado, que negou o pedido de indenização por danos morais.

A família Lula também acionou na Justiça o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), por ter feito uma postagem semelhante com dados errados sobre o patrimônio de Marisa Letícia, que morreu em fevereiro de 2017.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›