Repórter da CNN Brasil revela detalhes de chilique de Onyx Lorenzoni em coletiva

CNN Brasil
Jornalista da CNN Brasil revela os bastidores da coletiva de Onyx Lorenzoni (Imagem: Reprodução / Globo)

Onyx Lorenzoni convocou os jornalistas de emissoras de TV, rádio, jornais e revistas para uma coletiva de imprensa em cima da hora no Palácio do Planalto na última quarta-feira (23). Segundo a repórter Renata Agostini, da CNN Brasil, não houve coletiva, mas um pronunciamento.

Sem permissão para perguntas da imprensa, o ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência da República intimidou na frente das câmeras o deputado federal Luis Miranda (DEM), que revelou um suposto esquema de corrupção do governo federal na compra da Covaxin, vacina indiana contra a Covid-19.

“Coletiva de imprensa? Não. Pronunciamento e só. Ministro chama a imprensa, fala o que quer, depois vira as costas e vai embora”, detonou Agostini. “Onyx afirma que presidente vai para cima de quem denunciou evidência de irregularidades na Saúde e não permite qualquer pergunta dos jornalistas”, expôs.

Lorenzoni defendeu a gestão do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e atacou Luis Miranda com ameaças. “Deus está vendo. Mas o senhor não vai só se entender com Deus, vai se entender com a gente também. E vem mais”, avisou.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não fez nenhum comentário sobre o caso e deixou o trabalho para o auxiliar.“O senhor vai explicar e o senhor vai pagar pela irresponsabilidade, pelo mau-caratismo, pela má-fé, pela denunciação caluniosa e pela produção de provas falsas”, disparou.

À CNN Brasil, Luis Miranda contou que o “presidente sabia que tinha crime” nas negociações para a compra da vacina. Segundo ele, após o encontro, Bolsonaro ficou “convencido” e se comprometeu a acionar “imediatamente” a PF para investigar o caso.

“Entreguei a Bolsonaro. O caso não é só de pressão. É gravíssimo: tem desvio de conduta, invoice [nota fiscal] irregular, pedido de pagamento antecipado que o contrato não previa, quantidades diferentes”, declarou Miranda.

Confira:

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›