Revoltado, José de Abreu expõe Bolsonaro em situação polêmica com Sikêra Jr

José de Abreu
Em rede social, ator José de Abreu compartilha imagem polêmica de Jair Bolsonaro ao lado de Sikêra Jr (Imagem: Reprodução – Globo / Montagem – RD1)

José de Abreu ficou espantado com mais uma atitude polêmica do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O ator da Globo compartilhou uma imagem do “capitão” segurando um cartão gigante escrito “CPF Cancelado”.

O momento foi registrado dentro da TV A Crítica, em Manaus. No local, o Xhefe do Executivo concedeu uma entrevista a Sikêra Jr, contratado da RedeTV!, que derrubou a programação da última sexta-feira (23) para a exibição do encontro.

Após a entrevista, Bolsonaro, Sikêra Jr e parte da equipe da emissora local se reuniram em uma sala apertada, sem distanciamento social e sem máscaras, e posaram para um clique segurando o cartão.

“Para quem não sabe, ‘CPF cancelado’ quer dizer cidadão morto na linguagem miliciana”, disse José de Abreu no Instagram. A imagem apareceu em uma rede social oficial do Palácio do Planalto.

“Meu Deus do céu! O que é isso?”, questionou uma internauta. “Os brasileiros não merecem ter um cidadão como esse na Presidência da República”, desabafou. “Vejo essa imagem no momento em que uma tia acaba de falecer por covid19, em um momento em que meu marido está há um ano se recuperando”, relatou outra.

“Mas não é possível isto. Deve ser uma montagem. Não é possível, Zé. Seria muito monstruoso”, lamentou uma terceira. “O que vai ser do povo brasileiro, que vêm sofrendo com esta pandemia, e ter que aguentar este ser na presidência!”, atacou mais uma.

“Eu peguei uma casa completamente bagunçada. Ética, moral e economicamente. Alguns acham que eu tenho o poder de resolver na hora. Muita coisa estamos resolvendo”, disse Bolsonaro na entrevista.

Em quase 1 hora de conversa, ele voltou a defender o uso da cloroquina para o tratamento precoce da Covid-19. “Eu tomei cloroquina 17h, no outro dia, 10h da manhã, eu estava bom. O mercado da vacina é bilionário. Só o ano passado 20 bilhões de reais [para a vacina]. Nós começamos a vacinar em janeiro. Alguns poucos países em dezembro. Então, estamos bem. E tem pessoal que critica ainda”, provocou.

Confira:

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.
Veja mais ›