Sandy e Junior ganham destaque na CNN Brasil e Rafael Colombo cutuca Elisa Veeck

CNN Brasil
Rafael Colombo e Elisa Veeck no CNN Novo Dia, da CNN Brasil, nesta quarta-feira, 7; jornal fala de Sandy e Junior (Imagem: Reprodução – CNN Brasil / Montagem – RD1) 

No CNN Novo Dia desta quarta-feira (8), Rafael Colombo não perdeu a chance e deu uma cutucada na companheira de bancada Elisa Veeck. Durante o telejornal da CNN Brasil, uma pauta sobre Sandy e Junior chamou a atenção dos âncoras.

No jornal, Elisa falou sobre o álbum As Quatro Estações, lançado por Sandy e Junior em 1999. A jornalista explicou que aprendeu sobre estações do ano por causa das capas do CD. Em resposta, Colombo brincou: “Não é da minha época”.

“Passei a nunca mais confundir as estações do ano depois de ter um CD de Sandy e Junior, que vinha com quatro capas diferentes: verão, primavera, outono e inverno”, contou. Depois da alfinetada do amigo, Veeck prosseguiu:

“Já diria o poeta: ‘Outono é sempre igual, as folhas caem no quintal. Só não cai o meu amor, pois não tem jeito, é…'”.

Elisa foi surpreendida pela reação da repórter Silvana Freire, que completou com a letra da música: “Imortal”. “Maravilhosa! Isso aí, geração anos 1990”, celebrou a titular do telejornal da CNN Brasil.

Há dias, a CNN virou alvo de uma polêmica após ter dispensado o apresentador Evaristo Costa. No Instagram, o jornalista disse que descobriu sobre sua demissão depois que acompanhou uma chamada da nova programação na TV e não viu nada a seu respeito.

Desde do dia 1º de setembro descobri que não faço mais parte da CNN. Sim eu trabalhava na CNN, mas ao voltar das férias, assistindo a nova chamada de programação da emissora notei a falta do meu programa. Liguei pra saber o motivo e fui informado que ele havia sido retirado da grade e que a empresa não tinha mais interesse nos meus serviços”, relatou.

Ele completou: É do jogo! ‘Seja feita vossa vontade’. Quando me recuperar do ocorrido dou mais detalhes. Livre na pista.

A atitude da CNN Brasil deixou Marcos Mion chocado. “As emissoras de TV ainda precisam aprender a se desligar dos seus funcionários. É muito louco… Eu que o diga! Mas eu que o diga também que na sequência sempre vem algo muito maior e melhor!”, declarou.

Confira:

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›