Semanas depois, Bruno Salomão faz grave acusação contra casais do Power Couple: “Fake”

Bruno Salomão participou do Power Couple (Imagem: Reprodução / Record)

Bruno Salomão foi um dos participantes da edição deste ano do Power Couple e, meses depois, decidiu mandar a real sobre vários casais que estavam confinados com ele lá dentro.

Casado com Deborah Albuquerque, ele e a esposa participaram Foi Mau, de Maurício Meirelles, na RedeTV!, e emitiu sua opinião sobre seus ex-competidores no programa da Record.

Sem papas na língua, ele disse que o vídeo vazado do suposto sexo entre Li Martins e JP Mantovani era falso. “A cama em que eles estavam é de ferro e faz barulho mesmo”, explicou.

“O camarada em questão é muito grande e não cabia deitado na cama. A gente só escutou briga desses dois. Esta história é meio mal contada, porque ela mesmo me disse nas internas que não rolava nada disso”, expos.

Apesar disso, ele disse que eles aproveitaram a repercussão para se dar bem: “A dita cuja disse que eles surfaram na onda. Ali tinha um monte de casal fake e a gente sabe disso”.

“Tinha muito casal montado, que nem está junto hoje”, completou Deborah. Quando estavam lá dentro, eles eram amigos de JP, tanto que, em uma conversa, os dois rapazes falaram sobre o cancelamento.

Tudo começou quando Yugnir, que não tem experiência em programas do gênero, questionou JP: “Tem muito esse negócio de rejeição ou cancelamento?”.

O marido de Li Martins ficou pensativo sobre a pergunta: “Não é nem rejeição. Agora é diferente”. Bruno, no entanto, se irritou com o “cancelamento”, dizendo que ele anda engessando os concorrentes desse tipo de competição:

Vai chegar uma hora que isso vai ficar cansativo. Nego para de fazer as coisas e falar as coisas por causa de cancelamento. P#rra”.

O modelo riu, debochando do julgamento alheio: “É muito chato viver hoje. Não se pode brincar com nada, tudo acham ruim”.

O esposo de Deborah Albuquerque pontuou que as pessoas deveriam separar o aspecto pessoal dos desdobramentos do jogo:

Se você fizer alguma coisa errada e te julgarem, é outra coisa. Se você estiver dentro do jogo, é dureza. Se o cara for o vilão do jogo e sair, acabou, vida que segue”.

Algum homem que não apareceu nas câmeras comentou esse bate-papo: “Tem muita coisa pesada”. Salomão, levemente irritado, declarou o que queria que acontecesse:

Esquece o cara e olha os outros jogadores. Julga o cara na casa, não fora dela”.

Por fim, JP Mantovani detonou o comportamento de alguns de apontarem os erros alheios e insistirem no assunto, especialmente nas redes sociais:

Os caras guardam como se fosse um trunfo na faca, para enfiar a faca e depois girar. Se aconteceu um erro, vai lá e pede desculpas”.

Confira:

Lucas Medeiros
Lucas Medeiros é formado em Comunicação Social e escreve sobre o dia a dia da TV.
Veja mais ›