Sérgio Mamberti morre aos 82 anos em São Paulo

Sérgio Mamberti
Sérgio Mamberti morreu na madrugada desta sexta (Imagem: Divulgação / Globo)

Sérgio Mamberti, de 82 anos, faleceu na madrugada desta sexta-feira (3) em hospital em São Paulo. O artista estava internado em unidade da rede Prevent Sênior, na capital paulista, desde o começo desta semana.

A informação sobre o falecimento do veterano foi confirmada por um dos filhos do ator, Carlos Mamberti, à imprensa. Ele revelou que o pai estava intubado, com uma infecção nos pulmões, e morreu em decorrência de falência múltipla de órgãos.

Em julho passado, Sérgio Mamberti já havia sido hospitalizado para tratar de uma pneumonia. Na época, inclusive, ele chegou a entrar em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Depois de 15 dias, o artista se recuperou e teve alta médica.

O ator é conhecido por personagens como o mordomo Eugênio da novela Vale Tudo e o Doutor Victor do Castelo Rá-Tim-Bum. O veterano estava longe da televisão desde 2017, quando fez uma participação no sitcom Eu, Ela e um Milhão de Seguidores, do Multishow.

Na Globo, o famoso também fez participações em produções como A Diarista e Os Normais. Recentemente, ele esteve no elenco de 3%, série brasileira produzida pela Netflix.

Nascido em 22 de abril de 1939, Mamberti, além de ator, era diretor, produtor, autor e político brasileiro. Ele fez sua estreia no teatro na peça Antígone América escrita por Carlos Henrique Escobar, produzida por Ruth Escobar e dirigida por Antônio Abujamra.

O artista estreou no cinema em 1966 com a comédia Nudista à Força, de Victor Lima. Depois, emplacou inúmeros sucessos: O Bandido da Luz Vermelha (1968), Toda Nudez Será Castigada (1973), O Homem do Pau Brasil (1980), A Hora da Estrela (1985), A Dama do Cine Shangai”(1987). Também estrelou filmes infantis como Xuxa Abracadabra (2003) e O Cavaleiro Didi e a Princesa Lili (2006).

Em novelas, ele esteve em sucessos como Brilhante (1981), Anjo Mau (1998), O Profeta (2007), Flor do Caribe (2013), Sol Nascente (2016), entre outras. Seu maior sucesso foi o mordomo Eugênio na clássica Vale Tudo (1988).

Neste ano, o famoso lançou a autobiografia Sérgio Mamberti: Senhor do meu Tempo, escrita com o jornalista Dirceu Alves Jr.

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email [email protected]
Veja mais ›