Sikêra Jr critica grevistas da RedeTV! e diz ao vivo que eles podem perder o emprego

Sikêra Jr
Sikêra Jr à frente do Alerta Nacional de sexta-feira (20); policialesco coloca RedeTV! atrás da Gazeta na audiência (Imagem: Reprodução / RedeTV!)

A RedeTV! está passando por um momento bem delicado. Desde terça-feira (31), radialistas do canal entraram em greve. Sikêra Jr, então, usou o seu polêmico programa para criticar os grevistas e ainda sugeriu que eles podem perder o emprego.

A atitude do famoso aconteceu enquanto seus assistentes passavam pelo palco com placas de “CPF cancelado”, nesta quinta-feira (2). Isso acontece, cabe lembrar, como uma forma de “comemoração” quando anuncia a morte de algum acusado de crime.

Ao vivo, porém, o apresentador declarou: “Ei, você, que tá na porta da RedeTV!. Acaba com isso. Vamos trabalhar. Olha, tem muita gente desempregada querendo tomar o seu lugar. Não é hora pra isso”.

Ainda no Alerta Nacional, Sikêra Jr até pensou nas críticas que iria receber dos grevistas e se mostrou contra o movimento. “O pessoal fala que você ganha bem”, disse ele, tentando reproduzir uma crítica. “Demorou 33 anos pra chegar”, reagiu ele. Ele é um dos maiores salários do canal paulista.

Segundo a associação, os profissionais estão insatisfeitos com os baixos salários oferecidos pela empresa. “Os Radialistas da RedeTV! amargam salários sem reajustes há mais de quatro anos, inclusive em cláusulas econômicas contidas na Convenção Coletiva da Categoria. Sem interesse da direção da RedeTV! em negociar, só restou os trabalhadores decretarem greve. As perdas salariais dos trabalhadores são de 18,72%, se considerar o retroativo chega a 354%”, alegou a instituição em nota divulgada.

O Sertesp ainda destacou: “A emissora paga o pior salário do mercado aqui em São Paulo“. Uma proposta salarial chegou a ser oferecida. O canal sugeriu um aumento de 3,8% para todos os contratos, porém não foi acatada pelos profissionais.

“Além dos sorteios de prêmios que ajudam a manter a receita da RedeTV!, a emissora fechou contratos milionários com a Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Petrobras, Ministério da Saúde, Ministério da Educação, governo do estado de São Paulo e outras importantes instituições públicas”, disse o Sindicato em comunicado feito na assembleia, afirmando que a RedeTV! tem dinheiro para melhorar o pagamento dos funcionários.

Atualmente, a empresa de Amilcare Dallevo e Marcelo de Carvalho paga um salário base de R$ 1.612,88 para seus jornalistas de funções básicas. O Sindicato afirma que os trabalhadores não recebem reajustes nas cláusulas econômicas desde 2017. Além disso, o vale-refeição não foi reajustado neste período.

Contra o protesto, o vice-presidente da RedeTV!, Marcelo de Carvalho, não poupou críticas até ao ex-presidente Getúlio Vargas. “Lamentável herança de Getúlio Vargas, punhado de sindicalistas dizendo representar nossos milhares de funcionários declara estado de greve”, detonou no Twitter. “Como todos sabem, emissoras demitiram até artistas ícones nacionais na pandemia. Ao contrário, a RedeTV não demitiu ninguém, contratou”, comentou.

“Todos os funcionários estão com seus salários absolutamente em dia, evidenciado pelo fato que isso, nem o sindicato conseguiu criticar”, rebateu.

“Seguiremos produzindo, e provendo segurança para a imensa maioria dos colaboradores que seguem trabalhando, produzindo conteúdo, informação, entretenimento”, encerrou.

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email [email protected]
Veja mais ›