Leticia Colin
Leticia Colin volta a atuar em “Onde Está Meu Coração?”, série do Globoplay (Imagem: Reprodução / GShow)

Uma das atrizes mais festejadas de 2018, Letícia Colin – a Rosa, de “Segundo Sol” – vai ganhar sua primeira protagonista através do Globoplay. Segundo informações da jornalista Patrícia Kogut, Colin foi escalada para “Onde Está Meu Coração?”, projeto acalentado há tempos pelos autores George Moura e Sérgio Goldenberg.

A produção terá dez capítulos, com direção geral de Luísa Lima e artística de José Luiz Villamarim – o mesmo time da supersérie “Onde Nascem os Fortes”, exibida ano passado.

“Onde Está Meu Coração” ainda não tem estreia definida; o que se sabe é que será disponibilizada, a princípio, no Globoplay e, posteriormente, na TV aberta. E que se trata de um drama, no qual Letícia viverá uma médica, tipo inédito na vitoriosa carreira da atriz. Fábio Assunção também está cotado para a produção.

Letícia Colin estreou na TV em 2000, participando da série “Sandy & Junior”. Dois anos depois, chegou à “Malhação”. Em 2005, se transferiu para a Band, atuando em “Floribella”. Mais tarde, estreou na Record, onde participou de “Luz do Sol” (2007), “Chamas da Vida” (2008) e “Vidas em Jogo” (2011).

Voltou à Globo em 2013, emplacando bons personagens em “Além do Horizonte”, “Sete Vidas” (2015), “A Regra do Jogo” (2015) e “Nada Será Como Antes” (2016). Mas foi com Leopoldina, destaque de “Novo Mundo” (2017), que Colin alçou seu voo mais alto até aqui, implicando em sua escalação para “Segundo Sol”.

Claudia Abreu é cotada para supersérie de Maria Adelaide Amaral

A Globo, que abriu mão das chamadas superséries em 2019, já prepara sua próxima investida no gênero – para 2020, ano do 55° aniversário da emissora. “O Selvagem da Ópera”, de Maria Adelaide Amaral, é o título escolhido para “reabrir” a faixa das 23h. O folhetim, centrado na vida e na obra do maestro Carlos Gomes (1836-1896), poderá contar com Claudia Abreu. A informação é do jornalista Flávio Ricco.

A atriz está longe das novelas desde “A Lei do Amor” (2016), de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari. Em 2017, participou das séries “Cidade Proibida”, na Globo, e “Valentins”, do Gloob, da qual também é produtora. Claudia Abreu estreou na TV em 1986; de lá para cá, acumulou bons trabalhos, como “Que Rei Sou Eu?” (1989), “Barriga de Aluguel” (1990), “Anos Rebeldes” (1992), “Força de um Desejo” (1999), “Celebridade” (2003) e “Belíssima” (2005).

As gravações dos 57 capítulos previstos para “O Selvagem da Ópera” devem começar em setembro de 2019. Além de Claudia, a supersérie poderá contar com Gabriela Moreyra. Egressa da Record – onde protagonizou “Escrava Mãe” (2016) –, designada para um tipo ínfimo em “Segundo Sol”, Gabriela despontou, segundo informações da jornalista Patrícia Kogut, como possível intérprete da mãe de Carlos Gomes, Fabiana, na primeira fase da narrativa.

 

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Está opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!