Thaila Ayala e Renato Góes falam sobre expectativa para a chegada do primeiro filho

thaila ayala
Thaila Ayala e Renato Góes falam sobre expectativa para a chegada do primeiro filho (Imagem: Reprodução / Instagram)

Prestes a se tornarem papais pela primeira vez, Thaila Ayala e Renato Góes não estão se aguentando de ansiedade para a chegada de Francisco.

Em entrevista à revista Quem, os atores repercutiram a reta final da gestação e falaram sobre expectativa para o nascimento do herdeiro.

“Acho que a gente só começou a ficar ansioso agora. Eu, pelo menos. Porque a gente estava tranquilo. Mas agora que está pertinho…”, refletiu a futura mamãe.

O galã, que passou a maior parte da gestação da amada trabalhando, também falou sobre sua ansiedade: “A gente estava curtindo os momentos, mas agora a gente está muito ansioso mesmo, para tudo”.

“Estou finalizando [as gravações]. Quando ele nascer, se Deus quiser, já vou ter finalizado”, disse ele, que estará no remake de Pantanal, próxima novela das 21h da Globo.

Sem ajuda

Recentemente, a famosa revelou em conversa com os seguidores que não planeja ter babá nos primeiros meses de vida do filho. Nos Stories, ela disse o seguinte:

“Como tenho o privilégio de poder parar minha agenda, e vou parar nos primeiros meses, eu não quero babá. Só eu, Renato (Góes, seu esposo), o bebê e Deus nos primeiros meses. Depois, mais pra frente, com certeza eu vou precisar”.

Posteriormente, a falar sobre a programação para engravidar, artista global recordou as duas perdas gestacionais que enfrentou.

Eu tinha DIU, tirei, programamos, conversamos e tentamos. Eu perdi duas vezes. No segundo aborto, que foi uma gravidez nas trompas, em fevereiro, eu tinha decidido que só tentaria de novo a partir de dezembro. Mas eu descuidei e engravidei em abril. Então, essa gravidez foi planejada, mas nem tanto”, explicou.

A famosa ainda contou que não pesquisou muito sobre o parto: “Não fiz nenhum curso, nenhuma fisioterapia pélvica, não li nenhum livro, só engravidei mesmo. E fiz o curso de primeiros socorros. Mas vou fazer consultoria de amamentação”.

“Hoje meu medo maior é ter alguma complicação que interfira na saúde do meu filho. Vou tentar parto normal, porque eu realmente tenho vontade de viver essa experiência. Mas se, por algum motivo, não for possível, vamos de cesariana sem problema”, encerrou.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›