Vladimir Brichta volta à comédia, ao lado da filha, em Quanto Mais Vida, Melhor!

Vladimir Brichta
Vladimir Brichta (Neném) em Quanto Mais Vida, Melhor!; comédia estreia hoje (22) na Globo (Imagem: João Miguel Júnior / Globo)

Quem acompanha a carreira de Vladimir Brichta, conhece bem a afinidade do ator com a comédia. Foi justamente a possibilidade de fazer o público rir que levou Vlad a aceitar o convite para Quanto Mais Vida, Melhor!, novela de Mauro Wilson que a Globo lança hoje (22), às 19h. Na trama, ele interpreta o jogador de futebol Neném, decidido a retomar a trajetória interrompida após noitadas e escândalos.

Eu estava com saudades… Gostei muito do convite, da oportunidade de fazer comédia, de divertir as pessoas neste momento em que a gente tá vivendo. Ganhou um valor a mais”, comemora Brichta, avisando que consultou o autor e o diretor artístico Allan Fiterman sobre o tom da novela, tanto pela possibilidade de desanuviar quanto para não “passar vergonha” com o seu futebol:

Quando Mauro e Allan me convidaram, a primeira coisa que eu perguntei foi ‘é comédia?’. Se fosse realista, como ‘Amor de Mãe’, teria de botar bola correndo, aí não dava. A minha relação com o futebol, pra ser mais claro, é a seguinte: meu primeiro herói, meu primeiro ídolo chamava Luca e sonhava em jogar no Corinthians. Era o personagem do Mário Gomes em ‘Vereda Tropical’ (1984)”.

Após atender ao chamado para Quanto Mais Vida, Melhor!, Vladimir Brichta foi surpreendido com o ingresso de sua filha, Agnes Brichta, no elenco. “Maior barato, maior aventura é trabalhar com filho. É uma coisa muito especial, muito tocante, mas muito difícil porque eu preciso enxergar ali uma colega de trabalho. Se eu enxergar minha filha, isso vai me atrapalhar e vai atrapalhar ela”, relata.

Vlad confidencia que chegou a pensar em indicar o filho Vicente, da relação com Adriana Esteves, para atuar com ele no filme Bingo – O Rei das Manhãs (2017), mas desistiu justamente por não se sentir confortável. “Agnes é diferente, é profissional. Quem vê de longe vai pensar ‘ele é meio frio como pai’. Eu trato como colega”, comenta o ator, que confessa:

De repente, numa gravação, o Bernardo [Sá, diretor] disse assim: ‘vocês são pai e filha’. É impossível olhar pra ela e não somar a paternidade que eu carrego há 24 anos. A gente se vale disso também pra quem não é filho, mas quando é filho tem um valor especial… Assim como quando eu filmei com a Adriana, um filme de Jorge Furtado (Real Beleza, 2015). Dá um viés de reconhecimento fácil”.

Sobre o mote central de Quanto Mais Vida, Melhor!, Brichta é só elogios. No primeiro capítulo, Neném é vítima de um desastre aéreo. Após o encontro com a Morte (A Maia), ele, Paula (Giovanna Antonelli), Guilherme (Mateus Solano) e Flávia (Valentina Herszage) são enviados de volta à Terra para desfazer os muitos nós de suas histórias, com a certeza de que, dentro de um ano, um deles morrerá de verdade.

A morte é a única certeza da vida. E isso motiva todo mundo. Como a gente lida com isso, com a finitude? Foi muito feliz, por parte do Mauro, colocar isso na novela, de uma forma divertida e lúdica. Quando fala de um ano de vida, não é só finitude, é um prazo. Você dá urgência para esses personagens. A gente vive num momento que dá acesso a muitas coisas, muitas possibilidades. E a gente pode se perder em futilidades, em coisas que não tem valor de fato. Os personagens começam a tentar descobrir o que de fato importa pra eles”, analisa Vladimir Brichta.

MAIS LIDAS

Duh Secco
Duh Secco é  "telemaníaco" desde criancinha. Em 2014, criou o blog Vivo no Viva, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.
Veja mais ›