William Bonner reage contra atitude do governo Bolsonaro no Jornal Nacional

William Bonner
William Bonner critica atuação do governo Bolsonaro ao vivo (Imagem: Reprodução – Globo / Montagem – RD1)

Durante o Jornal Nacional deste sábado (24), William Bonner iniciou a edição falando sobre a repercussão do corte de R$ 240 milhões no orçamento geral do Ministério do Meio Ambiente.

Logo após a exibição da matéria que detalhava o assunto, o âncora mostrou a sua indignação ao expor a dificuldade da produção do telejornal em obter informações da equipe do governo Bolsonaro.

Primeiro, o presidente Jair Bolsonaro, diante de líderes de quase 40 países, assumiu o compromisso de aumentar a fiscalização e o combate ao desmatamento no Brasil. No dia seguinte, sancionou um orçamento com corte de recursos para essa área“, sinalizou Bonner.

O jornalista fez referência ao discurso do presidente da República durante a Cúpula de Líderes sobre o Clima, onde ele prometeu aumentar os repasses públicos para o setor de fiscalização ambiental.

O JN ressaltou ainda que o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, solicitou ao Ministério da Economia uma verba de R$ 270 milhões após diversas solicitações de políticos e militantes ambientais. Segundo o político, o dinheiro será encaminhado justamente para fiscalização, prevenção e combate ao desmatamento ilegal e incêndios florestais.

Após a exibição da reportagem sobre a pauta, com análises de especialistas das áreas, William Bonner destacou que a Globo tentou contato diversas vezes com o Palácio do Planalto para esclarecer sobre o assunto, mas não conseguiu resposta.

Nós procuramos o Palácio do Planalto para que se manifestasse sobre as críticas em relação aos cortes no orçamento. A assessoria pediu que nós procurássemos o Ministério da Economia, a Casa Civil e a Secretaria de Governo. Nenhum desses órgãos deu retorno aos nossos pedidos”, pontuou o jornalista.

Cabe lembrar que, recentemente, o presidente criticou William em uma de suas declarações aos seus apoiadores em frente ao Planalto. A declaração foi após a emissora carioca afirmar no jornal que houve falta de planejamento durante a vacinação da Covid-19.

“Atenção, imprensa sem vergonha. William Bonner sem vergonha. Vai ter seringa para todo mundo. William Bonner, por que seu salário foi reduzido? Porque acabou a teta do governo. Vocês têm que criticar mesmo, quase R$ 3 bilhões por ano para a imprensa e, em grande parte, para vocês”, disse.

Bonner, você é o maior canalha que existe, William Bonner. São canalhas. O tempo todo mentindo”, complementou Bolsonaro.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›